1x10: "EVE" (PROJETO LITCHFIELD)


Dois homens que têm filhas de 8 anos de idade são assassinados na Califórnia e em Connecticut, cada um deles tendo uma enorme quantidade de sangue drenada de seu corpo.

 

A primeira garotinha, Teena, fala estranhamente como adulto, dizendo aos agentes que "homens das nuvens" vieram buscar o pai dela e "desejavam tirar-lhe o sangue". Depois, quando ela é seqüestrada de uma instituição de serviços sociais, Mulder e Scully viajam para o norte da Califórnia e ficam estarrecidos ao descobrir que a outra garota, Cindy, é idêntica à primeira. Ambas as famílias haviam-se envolvido com a dra. Sally Kendrick, que havia sido despedida de uma clínica por ter feito experiências com eugenia - a ciência que visa ao aprimoramento das características genéticas humanas, geralmente através da troca do sangue.

 

Garganta Profunda conta a Mulder sobre o Projeto Litchfield - um programa de eugenia altamente secreto, da década de 50, que havia criado garotinhos idênticos chamados Adão, e garotas chamadas Eva. Por instrução dele, Mulder e Scully vão para um asilo de criminosos deficientes mentais onde encontram Eva 6, uma perfeita cópia de Sally Kendrick. Ela diz que os Adões e Evas têm cromossomos a mais, o que lhes dá mais força e inteligência, mas também lhes atribui tendências assassinas. "Posso ir a mais de 265", diz ela sobre seu QI. "Somos brilhantes, nós Evas".

 

Duas das clones de Eva (uma das quais é Kendrick) ainda estão em liberdade, e fotos das Evas na sua juventude revelam que são réplicas genéticas de Cindy e Teena. Mulder e Scully ficam de tocaia na casa de Cindy, mas outra Eva consegue fugir com ela. Colocadas juntas, as duas garotinhas admitem que "apenas sabíamos" da existência uma da outra, e cada uma matou seu pai - com suas tendências assassinas manifestando-se mais cedo do que as de suas predecessoras. Eva, que na verdade os estava tentando ajudar, é envenenada.

 

As autoridades encontram as garotas e, quando Mulder e Scully as levam de volta, Mulder percebe que são elas as assassinas, pouco antes de conseguirem envenenar a ele e a Scully. As garotas tentam escapar, mas são apanhadas e presas com Eva 6. Na última cena elas recebem uma visita: Sally Kendrick, Eva 8. "Como sabiam que eu viria até vocês?", pergunta ela. "Apenas sabíamos".

 

Bastidores

Há uma assombrosa semelhança com Os Meninos do Brasil nos desempenhos das gêmeas Erika e Sabrina Krievins, que interpretaram Cindy e Teena. Os produtores procuraram inicialmente por gêmeas em Los Angeles, mas as leis relativas ao trabalho infantil são tais que, levar as crianças de avião para Vancouver à luz das horas limitadas que elas têm permissão para trabalhar durante cada dia, teria tornado o episódio "quase impossível de realizar", diz Chris Carter. Como resultado disso, os produtores tiveram de procurar por talento local em Vancouver, e foi enorme a sua sorte por encontrarem as gêmeas Krievins. "Isso já aconteceu várias vezes", acrescenta o produtor, referindo-se a situações em que a série se viu forçada a conseguir atores na última hora, ou por razões de caráter logístico, encontrando excelentes profissionais. "Nós temos mesmo muita sorte".

 

O episódio também tem outro memorável intercâmbio de falas entre Mulder e Scully, quando ele diz que uma das garotas foi "abduzida", e Scully corrige, dizendo que foram "seqüestradas". "Abóbora ou jerimum", ele brinca.

 

* Teena e Cindy são os nomes das esposas dos produtores Glen Morgan e Jim Wong, escritores e produtores da série.