1x17: "MIRACLE MAN" (O HOMEM DOS MILAGRES)


A história começa há 10 anos, quando um menino traz de volta à vida um homem que havia sofrido horríveis queimaduras. Uma década mais tarde, Mulder e Scully são chamados para investigar o Ministério dos Milagres - uma seita evangélica em que o rapaz, Samuel, tem o poder de curar, mas também havia colocado suas mãos sobre duas pessoas que encontraram a morte logo depois disso.

 

Samuel está desaparecido, mas é encontrado em um bar da cidade. "Meu dom foi corrompido", diz ele, assustando Mulder ao falar da irmã desaparecida do agente, cujas visões surgem diante de Mulder em todo o episódio. O rapaz é preso e, na audiência realizada para estabelecer o valor de sua fiança, a sala do tribunal se enche de gafanhotos. Libertado, Samuel toca em uma mulher que anda de cadeira de rodas, a qual sofre um ataque, morrendo em seguida. Scully manifesta suas próprias dúvidas, lembrando Mulder de que ela foi criada como católica e que "Deus nunca deixa o Diabo ser o astro do show".

 

A autópsia revela que a mulher foi envenenada com cianureto, e Mulder e Scully descobrem que os gafanhotos foram colocados dentro da sala do tribunal através da entrada de ar. Enquanto isso, o xerife da cidade coloca na cela de Samuel dois homens que o matam com uma surra.

 

Investigando a origem dos gafanhotos, os agentes descobrem que Leonard Vance, o homem que havia visto o rapaz curar pela primeira vez, tem procurado incriminá-lo, acabando por tirar sua própria vida depois de ter uma visão de Samuel. Mais tarde o cadáver de Samuel desaparece, e uma enfermeira declara que o viu sair andando. "Acho que as pessoas estão procurando por milagres, e procuram tanto que conseguem ver o que desejam ver", diz Mulder, ao ver a imagem de sua irmã pela última vez.

 

Bastidores

O Homem dos Milagres foi o primeiro roteiro escrito pelo então supervisor de produção Howard Gordon sem o seu parceiro de muitos anos, Alex Gansa, com quem tinha trabalhado em A Bela e a Fera (Beauty and the Beast) e Spenser: For Hire. Embora a televisão seja às vezes criticada pela maneira como trata a religião, este episódio é extremamente respeitoso em relação à fé religiosa, o que fica provado no comentário de Scully sobre sua fé católica.

 

No entanto, Mulder tem uma piadinha para contar na reunião de reavivamento espiritual quando Scully sugere que eles entrem nos bastidores. "Espere", diz ele. "Está chegando a hora deles mostrarem o Elvis".

 

* Certa vez, numa entrevista, David Duchovny disse que para ele Mulder é judeu, até que alguém prove o contrário.