2x10: "RED MUSEUM" (O MUSEU VERMELHO)


Um rapaz adolescente desaparece, e é encontrado 12 horas depois com as palavras "Ele é um" rabiscadas em suas costas. Mulder diz que já foram registradas várias mortes na área, com todas essas pessoas tendo manifestado um medo histérico. O xerife local acha que a possessão demoníaca pode ser responsável, e suspeita da Igreja do Museu Vermelho, uma seita local que acredita na transferência da alma e se abstém de comer carne.

 

Uma garota adolescente também é raptada e encontrada mais tarde com as palavras rabiscadas em suas costas. Os exames mostram traços de um estranho nárcotico em seu sangue, e o chefe da seita Museu Vermelho, chamado Richard Odin, já havia sido médico. Ele é detido e seus seguidores reúnem-se na cidade.

 

Um homem idoso leva Mulder e Scully para uma fazenda, onde eles vêem pessoas injetando no gado um hormônio de crescimento, desenvolvido por pesquisas genéticas. "As pessoas daqui mudaram muito, ficaram maldosas demais", diz o homem, contando que foram registrados sete casos de estupro no ano que passou, perpetrados por garotos da escola local de segundo grau. Ele acredita que o hormônio seja responsável, e quando Scully observa que o hormônio foi declarado seguro, ele retruca: "Quem declarou? O governo?".

 

Naquela noite um pequeno avião espatifa-se no chão, matando o piloto e seu passageiro, o dr. Larsen, que está de posse de uma pequena pasta cheia de dinheiro. Larsen tinha sido médico de cada um dos adolescentes raptados, desde os seus tempos de criança, aplicando-lhes injeções de vitaminas. "Parece que o bom doutor vinha cuidando de outros negócios, além das crianças daqui", resmunga Mulder, olhando para as cédulas queimadas.

 

O Homem dos Cabelos à Escovinha, que matou Garganta Profunda, chega ao local e executa um daqueles que estão injetando hormônio no gado. O filho do xerife é então raptado e encontrado morto.

 

Encontrando um espaço secreto por trás do banheiro do primeiro dos garotos raptados, Mulder percebe que o dono do prédio, Gerd Thomas, vem seqüestrando os adolescentes. Thomas diz que os meninos tornaram-se verdadeiros monstros, por causa dos testes de Larsen, e um exame da substância revela a presença do mesmo DNA alienígena que Scully tinha encontrado num episódio anterior. Scully diz que é "Controle de Pureza", referindo-se a um rótulo de produto que apareceu no episódio Jogo de Gato e Rato.

 

Mulder imagina que uma experiência deve ter sido conduzida na cidade, e os culpados estão agora cobrindo os seus rastros. Por medida de segurança ele leva para o Museu Vermelho os adolescentes restantes, e depois vai para a indústria de processamento de carnes, onde encontra o Homem dos Cabelos à Escovinha. Ele escapa de Mulder, mas o xerife - que ainda chora a morte do filho consegue matá-lo.

 

O Homem dos Cabelos à Escovinha não tem identidade, nem mesmo as suas impressões digitais estão arquivadas. A narração de Scully conclui que a cidade fez parte de um experiência sobre os efeitos do DNA alienígena, com o Museu Vermelho funcionando como grupo de controle. "O caso", diz ela, "permanece aberto e sem solução".

 

Bastidores


Foi feita sem sucesso uma tentativa no sentido de realizar um cruzamento sem precedentes entre duas redes de TV americanas com este episódio em particular, entre Arquivo X, apresentado pela Fox, e Picket Fences, levado ao ar nos Estados Unidos pela rede CBS, e que é ambientado na fictícia cidade de Rome, Wisconsin. Ambos os shows são produzidos através da Twentieth Century Fox Television, e o drama da CBS foi ao ar na hora que precedeu Arquivo X. Mas a CBS foi responsável em cancelar a idéia - uma decisão que implicou uma certa ironia, considerando que os dois programas tornaram-se concorrentes diretos em setembro de 1995. O episódio de Picket Fences mostrava um agente do FBI investigando um caso semelhante.