2x11: "EXCELSIUS DEI" (O SANATÓRIO DA MORTE)


Michelle, enfermeira da casa de convalescência Excelsius Dei, é atacada e estuprada por uma força invisível. Ela acusa um dos pacientes, chamado Hal Arden, um velhinho que ri da acusação. "Estou com 74 anos de idade. Meus encanamentos são mais velhos do que este prédio...", diz ele, acabando de sair do banheiro e abrindo a toalha para provar. "Além disso, também não funciona".


Depois que os agentes vão embora, Stan, colega de quarto de Hal, avisa que ele tenha mais cuidado, para não "arruinar tudo para nós". Ele toma um comprimido e, quando Hal lhe pede mais, ele recusa. Momentos depois, Hal morre, aparentemente sufocado por uma mão invisível.

 

O médico que dirige a instituição diz que está conseguindo fazer progressos no tratamento dos pacientes que sofrem do Mal de Alzheimer, usando uma droga experimental. Mulder acha que a acusação da enfermeira tinha sido inventada, mas Scully, pela primeira vez, não está tão certa.

 

Voltando à instituição, eles testemunham quando um dos enfermeiros cai lá de cima e morre - empurrado por uma força invisível que o atira da janela e arranca seus dedos da beirada. De algum modo Stan está envolvido no crime.

 

Dorothy, uma das pacientes, fala com as figuras invisíveis, que nós conseguimos enxergar em forma de sombras reunidas em volta de Scully. Mulder pergunta sobre um enfermeiro asiático chamado Gung, e descobre que há cogumelos crescendo no seu quarto - assim como um enfermeiro desaparecido, enterrado no chão. Gung admite ter dado cogumelos aos pacientes por razões medicinais, mas acrescenta que "alguma coisa não foi muito bem", e que "as almas que morreram aqui continuam a sofrer", e foram despertadas. Quando ele vai procurar seus comprimidos, percebe que desapareceram.

 

Mulder observa que os cogumelos têm sido usados há muito tempo pelos xâmanes para visitarem o mundo espiritual, e sugere que "algo foi libertado aqui". Naquele ponto ele e Michelle são trancados no banheiro, que começa a se encher de água, no mesmo instante em que Stan está tendo um ataque. Mulder finalmente consegue libertar-se, e os espíritos desaparecem.

 

São feitos planos para deportar Gung, enquanto os pacientes, com a proibição do tratamento, voltam ao seu estado semi-vegetativo. Na tomada final a câmera mostra Stan com olhos vidrados, olhando para o nada.

 

Bastidores


Para filmar a seqüência de clímax em que a porta do banheiro abre de um só golpe, o supervisor de efeitos especiais Dave Gauthier construiu um tanque e encheu o corredor com mais de 12 mil litros de água. Um momento anterior do roteiro original deixou de ser aproveitado na montagem final, ou seja, a sugestão de que Michelle, a enfermeira que foi atacada, seria lésbica (sua amante entra no apartamento quando os agentes a estão interrogando). "Essa sugestão parecia desnecessária naquele ponto", diz Carter.

 

* Sheila Moore, que havia aparecido em A Verdade Está Lá Fora, faz outro personagem como diretora do Asilo.


* Tasha Sims, que interpretou a mãe de Cindy Reardon em Projeto Litchfield, aparece aqui como a filha de Stan Phillips.