2x25: "ANASAZI"


Um forte terremoto sacode o Novo México, e um jovem nativo americano encontra uma coisa brilhante e metálica na terra, assim como um cadáver mumificado que não tem aparência humana. "Ele deve ser devolvido", diz o avô do menino, que é um dos chefes da tribo. "Eles estarão voltando".

 

Em outro lugar, um hacker chamado Pensador consegue acessar o sistema de computação do Departamento de Defesa, acionando telefonemas de emergência a oficiais dos governos do Japão, da Alemanha e da Itália, informando que os documentos MJ foram descobertos. Ao ficar sabendo da falha na segurança, o Canceroso diz: "Senhores, este era um telefonema que eu nunca gostaria de ter recebido".

 

Os Pistoleiros Solitários entram em contato com Mulder e dizem que estão sendo perseguidos por um agente de uma unidade multinacional de operações obscuras chamado Garnet, porque o Pensador tinha conseguido obter acesso a tudo que o Departamento de Estado tinha sobre OVNIs, desde a década de 40. Ouve-se um tiro, e Mulder fica perplexo ao saber que uma de suas vizinhas enlouqueceu, matando o homem com quem fora casada por 30 anos.

 

Mulder obtém uma cópia digital dos arquivos obtidos pelo Pensador, descobrindo que foram escritos no idioma navajo, que era usado para codificar mensagens durante a Segunda Guerra Mundial. Mulder comporta-se de maneira estranha, gritando com Skinner. Enquanto isso, Scully mostra-se preocupada com o estranho comportamento de Mulder. Quando Skinner pergunta a Mulder se ele teria possivelmente recebido os arquivos desaparecidos, ele grita de volta e ataca o chefe. Scully reúne-se com seus superiores no FBI, que a avisam de que Mulder corre o risco de ser despedido, e ela junto com ele.

 

O Canceroso visita o pai de Mulder, dizendo que tem "negócios urgentes a tratar", e informando que os documentos foram violados. Quando o sr. Mulder pergunta se o Canceroso tem condição de proteger seu filho, ele simplesmente responde: "Já o protegi até agora, não foi?".

 

Mulder tenta falar com X, mas seu pai telefona para dizer que precisa falar com ele urgentemente. O pai de Mulder começa a lhe falar sobre seu trabalho no Departamento de Estado, mas quando entra no banheiro é fatalmente baleado por Krycek, que estava escondido num canto.

 

Mulder liga para Scully, que lhe diz que alguém a tentou matar no apartamento dele, mas também o avisa de que, com seu comportamento violento, ele pode ser acusado da morte do próprio pai. Ele chega doente e enfraquecido à casa dela e, quando desperta, descobre que Scully e sua arma desapareceram.

 

Investigando os encanamentos do prédio de Mulder, Scully descobre que alguém vinha colocando veneno na água, o que explica seu comportamento estranho e o recente assassinato cometido por uma vizinha. Enquanto isso, Mulder encontra Krycek e está a ponto de matá-lo quando Scully aparece, atirando em Mulder para impedi-lo de cometer assassinato.

 

Mulder acorda no Novo México, onde Scully o apresenta a Albert Hosteen, que tinha usado o idioma navajo nos códigos empregados durante a Segunda Guerra Mundial. Scully pretende voltar para Washington para encontrar-se com Skinner, e diz a Mulder que ele precisa descobrir o que havia nos arquivos MJ - e que seu nome e o de Duane Barry encontram-se numa lista recente, tendo "algo a ver com uma experiência".

 

Albert fala da tribo dos anasazi, que desapareceu mais de 600 anos antes - seqüestrada, ele acha, "por visitantes que continuam vindo aqui". Seu neto leva Mulder ao local onde havia encontrado um cadáver alienígena, no momento em que o Canceroso telefona para advertir Mulder contra a interpretação das coisas pelas aparências, e acrescenta que o pai dele havia autorizado o projeto.

 

Mulder descobre pilhas do que parecem ser cadáveres alienígenas, no vagão frigorífico de um trem. Ele telefona para Scully, que descobriu nos arquivos a informação de que os cientistas do Eixo teriam sido anistiados, depois de terminada a guerra, para realizarem experiências com seres humanos, chamados de "mercadoria". Mulder percebe uma vacinação contra varíola, chegando a uma revoltante conclusão: "Meu Deus, Scully", resmunga ele. "O que foi que fizeram?".

 

O Canceroso e um contingente de soldados chegam de helicóptero, procurando pelo vagão frigorífico do trem, mas incapazes de localizar Mulder. "Nada desaparece sem deixar rastro", diz o Canceroso, fazendo eco das palavras de Albert. Ele ateia fogo ao trem e vai embora de helicóptero enquanto as labaredas sobem ao ar.

 

Continua no próximo episódio...

 

Bastidores


Carter diz que a região do sudoeste dos Estados Unidos é praticamente a única que não pode ser facilmente reproduzida na área de Vancouver. Para criar o cenário ideal, os produtores pintaram de vermelho uma pedreira abandonada, usando mais de 6 mil litros de tinta vermelha, combinando a cena com tomadas feitas por uma segunda unidade de filmagem, recriando um cenário idêntico ao do árido Novo México a apenas uma hora de distância da luxuriante Vancouver.

 

O veterano ator Peter Donat, que faz o papel do pai de Mulder, é filho de Robert Donat, que atuou em filmes clássicos como Adeus Mr. Chips (Goodbye, Mr. Chips) e Os 39 Degraus (The 39 Steps).

 

* O Pensador, ao contrário de Mulder e Scully, usa um computador Macintosh. Até então, durante a maior parte da série, Mulder e Scully tinham usado imitações IBM em seus escritórios. No trabalho de campo, Scully usa um Mac Powerbook 540C. Na verdade, ela usava um protótipo, pois ainda não estavam à venda. Numa certa época, o Powerbook nos escritórios da Ten Thirteen Productions no Canadá era o único do tipo no país.


* Os documentos Majestic 12 - parte do Projeto Majestic - são quase tão famosos entre os ufólogos quanto o incidente de Roswell. Supostamente documentando a existência de uma organização secreta dedicada ao acobertamento de contatos extraterrestres, eles foram supostamente compilados para o presidente Harry Truman logo após o acidente da nave em Roswell. As discussões persistem quanto à sua procedência e autenticidade, mas talvez a maior ligação em Anasazi seja o caráter internacional dos ditos conspiradores.