4x20: "SMALL POTATOES" (INSIGNIFICÂNCIAS)


Médicos em Martinsburg, West Virginia, atendem um mulher, Amanda Nelligan, enquanto ela está em trabalho de parto. Quando uma enfermeira pergunta sobre o pai do bebê, Amanda diz a ela que o pai do bebê é de outro planeta. Quando o bebê nasce, todos ficam horrorizados quando vêem que o recém-nascido tem um rabo de dez centímetros de comprimento.

O estranho nascimento aparece nos jornais, e Mulder e Scully viajam a Martinsburg para investigar. Durante a viagem, Mulder nota que cinco bebês nasceram com aparentes rabos durante o período de três meses - todos dentro de uma cidade com menos de 15.000 habitantes. Scully supõe que as anormalidades possam ser explicadas pelo departamento de saúde local.

No hospital, Amanda, que é uma grande fã do filme Star Wars, diz aos agentes que o pai do bebê é Luke Skywalker. Ela relembra como Luke Skywalker veio até a casa dela e a encantou. Com a assistência de um doutor do departamento de saúde, Scully determina que todas as cinco crianças que nasceram com rabo tem o mesmo pai. Mulder percebe que todas as cinco mães também compartilharam o mesmo especialista em fertilidade, o dr. Alton Pugh.

Quando os agentes chegam no consultório de Pugh, eles vêem vários casais enraivecidos confrontando o doutor sobre os nascimentos. Quando Mulder olha pelo consultório do doutou, ele encontra o zelador, Eddie Van Blundht, consertando um vazamento numa pia dentro de uma sala de exames e percebe que, por baixo de suas calças frouxas, há um tipo de cicatriz triangular, bem na base da espinha dorsal do homem. Eddie tenta correr, mas é rapidamente pego e levado sob custódia. Todas as mulheres presentes juram que a única pessoa com quem fizeram sexo foram seus respectivos maridos. Mais tarde, uma teste de paternidade revela que Eddie é o pai de todas as cinco crianças. Scully supõe que ele tenha usado o tranqüilizante Rohypnol para incapacitar suas vítimas. Eddie, um homem grosseiro, responde defensivamente em seu depoimento que uma mulher só poderia fazer sexo com ele se fosse forçada.

Enquanto um oficial da polícia está preenchendo seu registro de prisão, Eddie repentinamente muda de forma, metaformizando-se numa duplicata exata do oficial. Eddie bate na cabeça do abobalhado oficial e foge dali. Depois de interrogar o oficial, Mulder conclui que Eddie engravidou quatro das cinco mulheres fazendo ele mesmo ficar com a face igual a de seus maridos. A quinta mulher, Amanda, foi enganada, quando ele se fez sexo com ela, se passando por Luke Skywalker.

Os agentes viajam a residência de Van Blundht, onde eles encontram o pai de Eddie, o sr. Edward. Ele diz que no passado ele foi "Eddie, o Homem Macaco" e ainda tem seu rabo intacto. Enquanto eles falam com ele, percebem que o velho é, na verdade, Eddie Jr. numa forma diferente. Eddie sai correndo de casa e desaparece pela vizinhança. Depois de investigarem a casa, eles descobrem o corpo mumificado do verdadeiro pai de Eddie no sótão. A autópsia de Scully revela uma estrutura muscular anômala debaixo da superfície da pele do cadáver. Na verdade a pele do homem também era um músculo. Mulder especula que se Eddie tivesse herdado a mesma característica, isso explicaria sua habilidade em mudar de forma. Enquanto isso, Eddie se metamorfiza novamente - desta vez em uma duplicata de Mulder. O verdadeiro Mulder procura por Eddie num depósito no hospital onde está Amanda Nelligan. De repente, Eddie aparece vindo do teto, jogando Mulder ao chão. Ele prende o verdadeiro Mulder e o prende em outra sala do hospital.

Fingindo ser Mulder, Eddie volta a Washington com Scully, reporta a situação para o diretor-assistente Skinner e encerra o caso. Mais tarde, o falso Mulder aparece no apartamento de Scully com uma garrafa de vinho. Depois de passarem a noite jogando conversa fora e se relacionando numa maneira mais pessoal do que profissional, Scully diz ao falso Mulder: "Eu realmente sinto como se eu estivesse vendo um lado diferente de você esta noite". O falso Mulder se aproxima dela, e se prepara para beijá-la. Quando seus lábios estão quase se tocando, o verdadeiro Mulder arromba a porta do apartamento e os interrompe. Eddie se recosta no sofá, frustrado, transforma-se de volta em sua aparência normal, e é levado sob custódia.

 

Bastidores

 

A lenda de Darin Morgan continua. Como jovem inteligente e capaz, de pouco mais de 30 anos, este inimitável roteirista e ator admitiu casualmente a um repórter, há alguns anos, que seu trabalho como editor de roteiros em Arquivo X foi o primeiro trabalho verdadeiro que teve na vida. Ele escreveu os roteiros de alguns dos mais estranhos e memoráveis episódios da série, inclusive A Fraude, O Repouso Final de Clyde Bruckman, A Guerra das Baratas, e Do Espaço Sideral. Também se tornou inesquecível como ator, quando desempenhou o papel do geneticamente modificado Flukeman, em O Hospedeiro.

Depois do terceiro ano de produção, ele foi descansar.

- Eu estava cansado de fazer a série - diz Morgan, que deixou a equipe de roteiristas sem ao menos olhar para trás. - Não queria mais fazer isso. Só tinha escrito os roteiros de quatro episódios, mas isso foi mais do que suficiente para mim. Eu queria ficar em casa e trabalhar nas minhas coisas. Mas Vince Gilligan queria que Morgan trabalhasse nas suas coisas, especificamente em um episódio destinado a mudar um pouco a disposição de todos os envolvidos em Arquivo X.

- Eu tinha orgulho de Corações de Pano - diz Gilligan. - Mas aquele enredo foi obscuro demais, e eu não queria ficar famoso como alguém que só escreve sobre coisas escuras e tristes. Porque, afinal de contas, eu vim para a televisão depois de escrever roteiros para cinema, e seis dos sete filmes em que trabalhei são comédias. Então eu fui falar com Chris e disse: "Sabe, a temporada tem sido sensacional, mas me parece escura demais, especialmente com Scully desenvolvendo câncer e tudo...". Ele concordou comigo e me deu bastante apoio.

Enquanto o personagem de Eddie Van Blundht tomava forma, Gilligan lançou uma campanha por telefone para tirar Morgan da aposentadoria forçada. Morgan diz:

- Ele me disse que tinha escrito o papel pensando em mim e que eu deveria agir com toda a naturalidade. Aí, alguns minutos depois ele ligou de novo e disse: "O personagem é um tipo fracassado. Mas não quero que você pense que é um fracassado".

Morgan ainda insiste em dizer que, se algum dia teve alguma capacidade de interpretação, ela havia desaparecido muito tempo antes. E acrescenta que Vince o pegou desprevenido, quando aceitou participar do episódio.

- Imediatamente depois que eu concordei, pensei comigo mesmo: "Eu deveria ter recusado".

Seja como for, a maior parte das pessoas envolvidas na série afirma que ele desempenhou o papel com perfeição. E, como é típico nesse grupo de perfeccionistas, praticamente todos os envolvidos na produção de Insignificâncias, tiveram, pelo menos, um momento ou dois de pura diversão ao cuidar do seu trabalho.

- Foi um roteiro excelente, e delicioso de fazer - diz Duchovny, cujo pedaço predileto no episódio foi a rolada de olho que dá no exato momento em que percebe que precisa perseguir Eddie pelos corredores do consultório de um ginecologista em uma cidade pequena: uma reação improvisada, que ele resolveu fazer na última de várias tomadas da mesma cena.

Gillian Anderson lembra, sorridente, o fato de ter estudado dezenas de fotos de Darin Morgan no papel de Eddie, ajudando na escolha da melhor foto para "Mulder" usar na cena em que conversa com Amanda.

- O rapaz do departamento de contra-regra veio com um monte de fotos de Darin, com todos os tipos de expressões diferentes - diz ela. - Naturalmente, nós todos ficamos ali sentados atrás de um monitor de vídeo, morrendo de rir da cara dele nas fotos.

A atriz também se alegra com a lembrança da cena do quarto de hospital, em que aparece com a atriz Christine Cavanaugh, que fez a voz do porquinho Babe, no filme de mesmo nome. Isto explica por que a voz dela era tão familiar.

Quando Amanda revela ter sido engravidada por Luke Skywalker, vemos uma das raras cenas em que o pragmatismo de Scully se sobrepõe aos preconceitos de Mulder.

- Também gostei de ter cantado o tema musical de Star Wars com ela - diz Anderson.

* Por mais estranho que possa parecer, a primeira sinopse que Vince Gilligan produziu para este roteiro apresentava os bebês de Martinsburg com asinhas de anjos, em vez de caudas.

- Eu fiquei imaginando se seria geneticamente possível alguém nascer com alguma coisa semelhante a asas - diz o roteirista. - Pedi a nossa pesquisadora Jessica Scott que investigasse isso, e ela informou existir uma condição física que provoca algo parecido com uma extensão da omoplata. Tudo bem, mas não havia nada de bonitinho ou curioso nisso. Então decidimos que os bebês ficariam muito melhores com rabinho, e resolvemos chamá-los de bebês-macacos, em vez de bebês-anjos.

* Pela carteira de motorista de Mulder que aparece na tela, descobrimos que o endereço da residência dele é 42-2630 Hegal Place, Alexandria, Virginia 23242. Sua carteira de habilitação expira a 31/03/1999. E também confirmamos que sua estatura é de 1.98m.