5x01: "THE UNUSUAL SUSPECTS" (SUSPEITOS INCOMUNS)


Em 1989, uma equipe da SWAT arromba um escuro armazém, com o chão cheio de manchas de sangue. Lá os policiais encontram Mulder nu e paranóico, deitado no chão. De repente, os três Pistoleiros Solitários - Langly, Frohike e Byers - saem de um esconderijo e fazem uma infrutífera tentativa de se livrarem. Byers é interrogado pelo detetive Munch, que explica que apesar da evidência de um tiroteio sangrento, e o envolvimento de um agente do FBI (agora abalado), ele tem poucas pistas sobre o que realmente aconteceu. Byers lembra os eventos que levaram ao tiroteio no armazém.

 

Quando a história começa, Byers está trabalhando em um feira de informática em um centro de convenções. Lá ele encontra uma admirável e bela mulher, "Holly", que diz que seu psicótico ex-namorado seqüestrou sua filha. "Holly" dá a Byers um endereço na Internet, dizendo ser a única chance dela poder localizar a criança. Byers invade os sistemas de computadores do governo, e digita o nome da filha de "Holly", Susanne Modeski. O computador abre um arquivo criptografado. Frohike, que estava num estande perto dali, concorda em decifrar o documento.

 

Quando "Holly" percebe que Mulder caminha pelo centro de convenções, ela o identifica como seu ex-namorado. Frohike e Byers se aproximam de Mulder, e são informados por ele que é um agente do FBI. Quando "Holly" desaparece, Frohike e Byers pedem a Langly para invadir o computador principal do FBI, esperando encontrar informações sobre Mulder. Langly consegue acessar o sistema, e percebe que "Holly" é, na verdade, Susanne Modeski, que está sendo procurada por conexões com uma explosão de uma bomba em um laboratório do FBI, que matou quatro pessoas.

 

Modeski localiza o trio no quarto de motel de Byers. Ela diz que a informação em seu arquivo é falsa. Ela também admite que a história sobre sua filha era mentira... criada numa desesperada tentativa de ter aquele documento decifrado. Ela diz aos homens que o governo está armando uma experiência na qual o público americano será exposto a um gás conhecido como E-H que induz a um tipo de paranóia - gás que ela mesma inadvertidamente ajudou a desenvolver.

 

O documento criptografado revela o endereço do depósito onde o gás está sendo guardado. Revela também que um dispositivo de vigilância foi preso a um dente de Modeski pelo seu dentista. Usando um alicate, Modeski extrai um molar contendo um pequeno transmissor. Byers, Modeski e os outros entram no armazém. Lá eles descobrem inaladores para asma contendo o gás. Mulder entra e anuncia que todos serão presos. Momentos depois, oficiais do governo entram no armazém e instrui Modeski para segui-los. Quando Mulder ordena aos homens que se identifiquem, eles abrem fogo, e acidentalmente acertam os inaladores. O líquido atinge Mulder, iniciando um processo de psicose. Modeski atira nos homens não identificados e escapa. X aparece e se prepara para executar os Pistoleiros Solitários. Quando X abaixa a arma, Byers percebe que a única intenção dele era intimidá-los.

 

Quando Byers termina de contar sua história, Munch a descarta dizendo que não passa de mera ficção. Mais tarde, os Pistoleiros Solitários são liberados da prisão, e Mulder passa a saber o que aconteceu. Depois, o trio localiza Susanne no escritório de um jornal. Ela lamenta que ninguém tenha acreditado em sua história. Momentos depois, homens do governo aparecem e levam Modeski embora. De um dos carros, X dá um último olhar aos Pistoleiros.