5x03: "REDUX II" (EM BUSCA DA VERDADE #2)


Um frenético Mulder entra num hospital à procura de Scully, que teve um repentino colapso durante uma reunião do FBI (veja o episódio anterior). Ela a acha deitada e inconsciente numa cama, respirando através de aparelhos. Skinner explica que Scully entrou em choque e está perto da morte. Quando Mulder se recusa a cooperar com Skinner, ele é levado ao prédio principal do FBI, onde é questionado pelo chefe de seção Scott Blevins e por um agente sênior. Mas Mulder não coopera no interrogatório e sai da sala.


O Canceroso se encontra com o Ancião e com o membro do Sindicato conhecido como o Homem Silencioso. O Ancião repreende o Canceroso por permitir Mulder escapar da unidade de pesquisa, deixando o projeto vulnerável à exposição. Mas o Canceroso diz que Mulder é muito mais valioso vivo, e pede que confie em sua lealdade. Quando o Canceroso deixa o encontro, o Ancião diz ao Homem Silencioso que ele pode "prosseguir". Scully volta a ficar consciente. Ela diz a Mulder que Skinner é quem está operando de dentro do Bureau. Mas Mulder diz que Skinner está retendo informações forenses de Ostelhoff, levantando dúvidas na teoria. Sua conversa é interrompida pela sra. Scully e o irmão de Dana, Bill Jr.. Bill culpa Mulder - e sua causa - pelas condições de sua irmã. Logo depois, o Canceroso se aproxima de Mulder. Ele informa a Mulder que o frasco metálico contém um pequeno microchip que pode curar a doença de Scully. Mais tarde, Bill Jr. discorda gravemente do uso do chip. Mas Scully diz ao dr. Zuckerman que ela vai tentar. Enquanto isso, Kritschgau testemunha diante da junta investigativa do FBI. Ele nega saber a identidade do assassino de Ostelhoff, e afirma que seu próprio filho tinha morrido naquele mesmo dia, e revela que parte da sua remuneração vem de uma empresa que faz lobby no Congresso, chamada Roush.

 

Num esforço de fortalecer a confiança de Mulder, o Canceroso arruma um encontro entre Mulder e sua irmã, Samantha. Ela revela que, algum tempo depois de sua abdução, ela foi levada a um quarto de hotel e soube que o Canceroso era seu pai. Mulder diz a Samantha que sua mãe ainda está viva... e que ela foi enganada pelo Canceroso. Com a cabeça cheis de confusas emoções, Samantha volta ao carro do Canceroso e desaparece na noite. Mais tarde, o Canceroso diz a Mulder que Kritschgau o enganou com um conjunto de "maravilhosas mentiras". Ela sugere que Mulder saia do FBI para trabalhar para ele, mas Mulder recusa.

 

Ao assistir pela TV uma audiência do Congresso sobre biotecnologia, o Ancião percebe que Skinner está presente na audiência. Ele instrui pelo telefone um subordinado para "consertar" o problema. Blevins informa a Mulder que um teste de balística identificou a bala no corpo de Ostelhoff como sendo do revólver de Mulder. Blevins também diz que Skinner tem trabalhado dentro do Bureau com uma agenda secreta. Mulder se recusa a acreditar na história... e se recusa a apontar Skinner como culpado durante seu testemunho diante da junta do FBI (mesmo que esse testemunho servisse para exonerar ele mesmo da culpa do crime).

 

Mulder comparece diante da junta do FBI. Simultaneamente, o Homem Silencioso, com um rifle na mão, se posiciona dentro de uma garagem de um estacionamento de frente para o apartamento do Canceroso. Antes de responder as questões sobre sua culpa no caso da morte de Ostelhoff, Mulder anuncia o nome do homem que está agindo de dentro do FBI: o chefe de seção Scott Blevins. Quase no mesmo momento, o Homem Silencioso atira e atinge o Canceroso. Blevins corre até seu escritório. Lá ele encontra o Agente Sênior, que tem uma arma na mão. Ouve-se um tiro, e Blevins cai morto no chão. O Agente Sênior então coloca a arma na mão do próprio Blevins. Logo depois, Skinner diz a Mulder que o Canceroso está morto. Apesar de nenhum corpo ter sido localizado no local, muito sangue foi encontrado dentro do apartamento, deixando apenas a conclusão de que ele esteja morto. Durante sua conversa, Mulder diz a Skinner que ele adivinhou que Blevins era o culpado. Skinner confirma que Blevins vinha trabalhando para uma firma de biotecnologia chamada Roush por quatro anos. Mulder então informa a Skinner que o câncer de Scully está regredindo.