5x17: "ALL SOULS" (O SERAFIM)


O padre McCue, que consolou Scully durante sua luta contra o câncer (veja o episódio 5x03), batiza Dara Kernof, uma menina de dezesseis anos com sérios problemas mentais confinada a uma cadeira de rodas. Mais tarde naquela noite, durante uma tempestade de trovões, Dara consegue, de alguma forma, força em suas pernas e sai de sua casa. O pai de Dara, Lance, percebe que algo está errado e vai para fora da casa. Lá ele vê Dara no meio da rua, com os braços levantados para cima, ajoelhada a uma Figura Sombria. De repente, relâmpagos piscam, sobrenaturalmente brilhantes. Quando Lance alcança sua filha, ele percebe que ela está morta - sua olhos desapareceram, como se tivessem sido queimados dentro de suas órbitas. A Figura Sombria, entretanto, desapareceu do lugar.

 

O padre McCue entra em contato com Scully e pede que ela o ajude a solucionar o mistério da morte da menina. Mais tarde, Scully visita os Kerofs, e é informada que Dara tinha sido adotada seis anos antes. A garota sofria de várias deformidades da espinha dorsal que a confinou a uma cadeira de rodas para o resto de sua vida. Não há explicação de como Dara caminhou para fora da casa, mesmo que Lance esteja convencido que viu o Demônio parado sobre ela na rua.

 

Scully e uma patologista, Vicki Belon, examinam o corpo de Dara. Belon nota que seus pés e mãos eram deformadas, e continham seis dedos cada (os dedos extra foram removidos via cirurgia). Belon propõe que a garota foi castigada por Deus, como se ela fosse um erro.

 

Enquanto isso, um homem chamado de padre Gregory visita um hospital psiquiátrico para ver uma garota chamada Paula Koklos, irmã gêmea de Dara. Mas ele é impedido por Aaron Starkey, do departamento de serviço social, que percebe que o pedido de adoção da garota pelo padre ainda não foi aprovado. Furioso, o padre deixa o hospital. Naquela noite, um homem entra no quarto de Paula. Uma intensa auréola de luz envolve a figura e asas se formam em suas costas. No dia seguinte, Scully examina o corpo de Paula, com seus olhos queimados, e ajoelhada como Dara. Mulder se junta à sua parceira e revela que ele localizou os registros de nascimento de Dara, que mostram que ela fazia parte de um grupo de quadrigêmeas. Logo depois, Starkey revela que Paula seria adotada por Gregory.

 

Os agentes visitam Gregory em sua igreja. Ele insiste que estava tentando proteger Paula do mal, e faz referência a uma batalha em andamento entre o bem e o mal por todas as almas. Mais tarde, enquanto examinava o corpo de Paula, Scully tem uma visão de Emily.

 

Mulder faz pesquisas adicionais nos registros de adoção. Ele descobre informações sobre uma terceira irmã, que fugiu de um centro para adolescentes em crise uma semana antes e está aparentemente nas ruas. Com a ajuda de Starkey, ele investiga prédios abandonados numa parte desolada da cidade. Mas a Figura Sombria, desta vez usando uma medonha face de leão, encontra a garota primeiro. Mulder aponta sua arma e ordena a figura sombria para se mostrar à luz. Ela revela ser o padre Gregory. Gregory lamenta que eles tenham chegado tarde demais, e mostra a terceira irmã morta.

 

Mulder conclui que Gregory é o responsável pelas mortes. Mas Gregory insiste que estava tentando proteger as almas das garotas do Demônio. Ele avisa que a quarta irmã deve ser localizada antes que seja tarde demais. Os agentes saem da sala de interrogatório da polícia onde Gregory está detido quando novas informações sobre a quarta irmã, Roberta Dyer, aparecem. Scully diz a Mulder para encontrar a garota. Enquanto isso, Starkey entra na sala do interrogatório onde Gregory está. Ele ordena que Gregory diga a localização da quarta garota. Gregory não responde, e é queimado vivo pelo demônio.

 

Mulder vai até a casa de George Dyer, pai adotivo da quarta menina. Dyer eventualmente revela que o padre Gregory levou embora Roberta. Logo depois, Scully é abordada pela Figura Sombria, cuja cabeça roda, revelando a face de um leão, uma águia e um touro. Atormentada, Scully procura as respostas com o padre McCue. Ele explica que a visão que ela teve foi a de um Serafim; um anjo que veio do céu e teve quatro crianças com uma mortal. Deus enviou o Serafim à Terra para pegar as meninas de volta, que tem as almas de anjos, e devolvê-las ao céu antes que o Demônio as julgue como sendo dele.

 

Mais tarde, Starkey diz à Scully que a quarta garota está na igreja do padre Gregory. Uma vez dentro da igreja, Scully vê a sombra de Starkey, que está na forma de um demônio. Scully resgata a garota de um canto e tenta levá-la para fora. Uma luz branca e forte repentinamente se forma, revelando ser a origem da misteriosa Figura Sombria. A quarta garota fica na forma de Emily - e pede que Scully a deixe ir. Scully relutantemente larga a mão da menina, e ela desaparece na luz. Quando a luz enfraquece, apenas o corpo da garota permanece, com seus olhos queimados. Mais tarde, Scully diz a Mulder que eles deveriam ter protegidos as garotas de Starkey, e não do padre Gregory. Ela também acredita que ninguém assassinou as garotas... mas agora elas estão no lugar onde deveriam estar. Ela conclui que o incidente serviu para fazê-la aceitar a perda de Emily.