6x12: "ONE SON" (DOIS PAIS - PARTE 2)


Em flashback... a data é 13 de outubro de 1973. Em um gigantesco hangar, vemos um grupo de homens velhos que parecem discutir alguma coisa. De repente as portas do hangar se abrem e começam a entrar muitos alienígenas da raça dos cinzas (o nome é dado devido a cor da pele). O grupo de velhos então se apresenta com uma bandeira dos EUA.

 

De volta ao presente... em seu apartamento, Mulder está com uma arma apontada para Cassandra, e está pronto para atirar quando a porta é arrombada e começam a entrar muitos homens vestidos com roupas de anti-contaminação, e se dizem ser do Centro de Controle de Moléstias. Diana Fowley está entre eles, afirmando que eles estão contaminados por uma doença desconhecida. Mulder e Scully são levados para Fort Marlene, onde são feitos exames e procedimentos de descontaminação.

 

Cassandra é separada de Mulder e Scully. Diana diz a eles que o CCM foi chamado pelo agente Spender. Scully discute e diz que ninguém está contaminado e quer ver Cassandra. Estando suspensa do FBI, entretanto, não pode vê-la. Scully acha que Cassandra está sendo submetida a exames para continuar as experiências.

 

Mulder acha que os exames estão sendo feitos porque "ela é uma". Krycek diz ao Canceroso que recuperou todos os registros médicos de Cassandra e conclui que os rebeldes atacaram porque os colonizadores encontraram alguma coisa nela que pode ameaçar os planos, e por isso a colonização terá inicio. O Canceroso diz que talvez será preciso que a colonização tenha início - "esta é a única maneira para que possamos ver nossos amores novamente". Em Fort Marlene, Mulder anda através dos salões que mais se parecem quartos escuros, e encontra Marita Covarrubias. Seu cabelo está estragado e escuro, longe da sua aparência elegante. Ela diz: "se eles me virem com você, me matarão". Ela esteve sujeita a testes terríveis - infectada com o óleo negro para servir como cobaia para vacina. Ela também diz que o programa de híbridos estava sendo feito com a cooperação dos alienígenas, pois era a única maneira de se lutar contra o tempo. Mas se "eles" descobrirem que o projeto é bem sucedido, começarão a colonização.

 

Jeffrey e Diana visitam Cassandra Spender em Fort Marlene. Jeffrey mandou fazer exames e mantê-la na quarentena médica para protegê-la (em Fort Marlene, há uma espécie de base científica do Sindicato). Cassandra diz que, se a colonização começar, todos irão morrer. Com urgência, Mulder é chamado ao escritório dos Pistoleiros Solitários. Scully pediu para que eles investigassem Diana Fowley. Eles descobriram que, quando esteve na Europa, ela participou da Unidade Anti-Terrorismo do FBI mas não existe nenhum registro de casos que ela tenha participado. Outras fontes mostram que ela passou parte do tempo com visitas ao MUFON (Rede Mútua de OVNIS), mostrando um interesse particular nas vítimas femininas de abdução. Os seus registros de viagem mostraram que ela esteve viajando semanalmente para a Tunísia. Scully acha que ela está monitorando as experiências de abdução. Mulder diz que não está convencido.

 

Mulder vai ver Diana. Ela não está em seu apartamento; Mulder entra e começa procurar por alguma coisa que a incrimine; o Canceroso entra; Mulder então saca a sua arma e aponta para o fumante. Mulder o acusa de estar usando mulheres em experiências sem permissões. O Canceroso diz que Bill Mulder era contra o projeto, mas tinha sentimentos, até mesmo com Samantha. Ele diz que o projeto foi aprovado pelo voto da maioria em 1973, e transformou-se em uma organização fora de todo o governo. Tudo consistia na cooperação com os alienígenas que viram nossas crianças e as amaram, incluindo Cassandra.

 

Elas foram enviadas aos alienígenas com a promessa de que seriam devolvidas quando a colonização começasse. O Canceroso continua e diz que a abdução de Samantha não foi por acaso; ela foi levada de sua casa porque Bill Mulder resistiu ao projeto, "mas esta também parecia ser a única saída para conseguirmos o primeiro feto alienígena para se extrair o DNA para as pesquisas com híbridos que seriam a única maneira de se sobreviver ao holocausto". Bill Mulder tinha a idéia de se usar o DNA para desenvolver uma vacina que tornasse os humanos imunes ao vírus. "Nós tivemos sucesso em nos odiar - a colonização terá início", diz o fumante. Vendo o olhar de Mulder, o Canceroso continua: "Será fácil perceber: o Estado de Emergência será declarado devido à epidemia do vírus que será espalhado por abelhas. Tudo está fazendo sentido a você agora, não é, Fox?". Mulder diz que ele tem que arranjar uma maneira de parar ou todos morrerão. O Canceroso lhe entrega um pedaço de papel e diz claramente que deseja que todos sobrevivam e que a sua irmã seja devolvida para que morra junto do resto do mundo. Mulder então diz: "Acho que só pensa em si mesmo". O Canceroso deixa o apartamento sem responder as objeções de Mulder.

 

Jeffrey chega no lugar de reuniões do Sindicato em Nova York. Somente Krycek está lá, que diz que tudo está sendo preparado em Virgínia Ocidental para receber os alienígenas colonizadores. Os doutores entram no quarto de Cassandra e a preparam para ela ser transportada, injetando nela uma droga para imobilizá-la. O Canceroso está lá, e ele conversa com Cassandra em particular. Ela o chama de desgraçado e o deixa sem palavras para a defesa, exceto para dizer que, se não fosse por suas ações, muitas pessoas já estariam mortas. Ele reconhece ter ordenado a abdução para poder salvar a ela e a Jeffrey. Ele reconhece que pode parar a colonização se a matar, mas não consegue. Mulder ainda está no apartamento de Diana Fowley, quando ela chega. Ele fala sobre a sua conversa com o Canceroso e diz que "às vezes a única razão para sobreviver é por alguém que você ama". Mulder mostra a ela o pedaço de papel que o fumante lhe deu (é possível ver "Base Área de El Rico").

 

Jeffrey encontra sua mãe a caminho de Fort Marlene. Marita o encontra e diz que os pacotes estão prontos (o pacote se refere ao feto). Eles estão saindo, mas Spender diz que sabe para onde estão indo e o que farão com Cassandra e pede a ajuda dela. Um médico entra em uma sala onde o feto alienígena (aquele do episódio "The Erlenmeyer Flask") está sendo mantido em nitrogênio líquido, a fim de prepará-lo para o transporte. Neste instante uma enfermeira entra - é um rebelde disfarçado, e mata o médico. O rebelde pega o feto e assume a identidade do médico. Mulder e Scully conversam pelo telefone. Ele marca com ela para se encontrarem em Virgínia Ocidental para o salvamento de Cassandra. Eles descobrem que Spender sabe onde está Cassandra em Potomac Yards para o transporte através da ferrovia. Mulder manda Diana seguir para Virgínia Ocidental e vai encontrar-se com Scully. Ele acredita que a única chance de parar a colonização é tirando Cassandra das mãos do Sindicato. Scully está dirigindo e consegue interceptar o trem, passando à sua frente, e então ela tenta obstruir a passagem colocando o carro nos trilhos, mas o trem destrói o carro e continua sem parar. Skinner chega, e Mulder e Scully diz a ele que devem ir para a Base da Força Aérea de El Rico, em Virgínia Ocidental. Em um gigantesco hangar na base, o Canceroso chega e percebe que não estão todos lá. O Ancião diz que estão esperando a todos para emitir o sinal que irá chamar os colonizadores. O rebelde (disfarçado como médico) chega com Cassandra.

 

Uma das pessoas que está faltando é Alex Krycek, que está em Fort Marlene. Ele descobre que o médico está morto e que o rebelde está com o feto. No corredor, encontra Jeffrey e Marita. Não podem sair porque os seguranças não o deixarão sair com uma paciente. Krycek diz que tudo está indo para o inferno e que os rebeldes vencerão. Diana chega no hangar. Uma nave alienígena chega, mas os velhos ficam confusos pois ainda não emitiram o sinal. O rebelde disfarçado como o médico chama seus aliados. Os rebeldes então correm por todo o hangar e cercam os velhos, mas Canceroso e Diana não estão no meio e escapam, enquanto é possível escutar os gritos desesperados dos que ficaram lá.

 

Mais tarde, de volta ao FBI, o diretor-assistente Kersh fica horrorizado com os retratos das vítimas queimadas em El Rico. Skinner também está na reunião. Spender diz que poderia ter impedido as mortes. Mulder e Scully também dizem que poderiam ter impedido as mortes, se não estivessem suspensos. Spender pede que os dois diretores-assistentes entreguem o comando do Arquivo X para Mulder e Scully. Kersh pergunta a Mulder se ele tem alguma explicação e Mulder diz que tem uma explicação há anos, mas ninguém nunca desejou escutá-la. "O futuro está aqui", diz Mulder. Mais tarde, no escritório dos Arquivos X, Jeffrey chega para tirar as suas coisas e encontra o Canceroso, que está esperando por ele com seu retrato com Bill Mulder em 1973. O fumante diz que Bill Mulder era o pai de Fox Mulder e era um bom homem, mas o traiu. Jeffrey diz que não quer saber mais nada sobre o passado para não ter mais que odiar o seu pai. O Canceroso então abre a gaveta e tira uma arma; ele aponta para Jeffrey e atira! Em seguida sai da sala e acende um cigarro indo embora calmamente.