8x15: "DEADALIVE" (MORTO VIVO)


Um funeral para Fox Mulder está sendo realizado em Raleigh, no Estado da Carolina do Norte. Doggett, os Pistoleiros Solitários, Skinner, Dana Scully e sua mãe estão entre os presentes. O pastor recita um verso da Bíblia, que diz: "Aqueles que acreditaram em mim nunca morrerão." Scully murmura a Skinner como todos na família de Mulder se foram, mas a verdade pela qual ele trabalhou duro para encontrar nunca foi revelada a ele. Ela não consegue acreditar que ela esteja realmente ali parada. Scully joga um punhado de terra no túmulo.

 

Três meses depois... Doggett e Skinner se encontram com Kersh. Ele está os cumprimentando, citando seus esforços na busca por Mulder. Kersh também pediu a Skinner para escrever uma carta transferindo Doggett dos Arquivos X e Doggett está sendo considerado para uma promoção. Doggett agradece a Kersh, mas diz que precisa pensar mais sobre essa transferência. No escritório dos Arquivos X, Doggett e Scully conversam. A gravidez dela agora é visível. Skinner fala a Scully sobre o encontro com Kersh. Scully tenta convencer Doggett que seria loucura ficar. Segundo ele, dentro de seis semanas, Scully deve entrar de licença-maternidade. Se Doggett for transferido, a porta do escritório dos Arquivos X ficará fechada, talvez para sempre. Doggett ainda tem várias perguntas sobre o desaparecimento de Mulder a serem respondidas e considera o caso como aberto ainda. Scully diz a ele para sair enquanto pode, porque senão ele pode ficar lá para sempre.

 

Num barco de pesca preso em uma tempestade a 50 milhas de Cape Fear, na Carolina do Norte, a tripulação encontra um corpo de um homem na rede de pesca. Mais tarde, no necrotério, o legista inicia a autópsia mas o corpo, que pode se ver que estava há bastante tempo debaixo d'água, começa a se mover. Doggett recebe uma ligação de Skinner. O corpo encontrado no oceano é o de Billy Miles e ele está vivo, em Wilmington, na Carolina do Norte. Skinner e Doggett vão até o cemitério onde Mulder está enterrado. Skinner está determinado a abrir o caixão de Mulder mas Doggett acha que isso é loucura. Skinner sente que se Billy parecia estar morto mas agora está vivo, Mulder também poderia estar vivo, mesmo depois de três meses. Skinner consegue que o caixão seja aberto pelo mesmo médico que ajudou a ressuscitar Billy. Apesar de um oficial local tentar intervir, eles abrem o caixão e encontram Mulder, e seu corpo mostra sinais de decomposição.

 

Scully se apressa para encontrar Skinner no Hospital Naval em Anapolis. Ela quer saber se o que ela ouviu é verdade. Mulder está clinicamente vivo, mas seu corpo e cérebro estão num estado de decomposição. Doggett tenta fazê-la não ver Mulder, mas ela insiste, e entra no quarto sozinha. Ela põe a mão no peito de Mulder para senti-lo respirar, encosta a cabeça no peito dele, e chora. De volta ao FBI, Doggett é chamado ao escritório de Kersh à noite. Kersh tem estado naquele escritório há seis meses e nunca tinha visto um pôr-do-sol ali. Kersh recebeu um chamado sobre Mulder - ele quer que Doggett abandone a investigação. É ruim para o FBI. No hospital, Scully examinha Billy Miles, que teve uma breve convulsão enquanto ela estava lá. Scully tem que explicar para uma enfermeira - ela só queria ter uma indicação de que Billy estivesse melhorando, mas ela acha que o equipamento pode estar com defeito, porque por um momento pareceu haver duas batidas de coração.

 

No FBI, Skinner não está bem. Ele se contorce ao andar no corredor, com a mão em seu peito. Certamente são os nano-robôs que Alex Krycek implantou em Skinner meses antes. Indo até o elevador, ele encontra Krycek. Skinner diz a ele para ir pro inferno, mas Krycek envia outro ataque a ele e Skinner volta para saber o que Krycek quer. Eles vão até o escritórios dos Arquivos X. Krycek que dar a Skinner uma chance de salvar a vida de Mulder mas Skinner não tem certeza de que ela possa ser salva. Krycek diz a Skinner que ele tem uma vacina desenvolvida pelo pai de Mulder para combater o vírus alienígena.

 

No hospital, Billy recupera a consciência, com o corpo ainda decomposto por causa das semanas na água. Ele quer sair da cama e tomar um banho. A pele morta sai de seu corpo no banho. Doggett vai até o quarto de Mulder. Scully está sentada lá, segurando a mão de Mulder. Doggett está preocupado com o bem estar de Scully. Scully diz que depois de sua reação inicial com Doggett, ele mudou sua opinião sobre ela. Ela está agradecida por saber sobre ele, e agradecida pela sua preocupação, mas que ele estava errado em achar que o caixão não deveria ser aberto. Não por causa dos sentimentos pessoais dela, mas por causa do compromisso dele com os Arquivos X. A verdade sobre o que causou isso é o que importa. Uma enfermeira entra e pede a ajuda de Scully - Billy Miles está parado no corredor, nu e desorientado.

 

O corpo de Billy parece saudável. Ele não se lembra muito quando Scully gentilmente faz perguntas a ele. Ele se lembra da água e de estar na espaçonave. Eles pegaram muita gente desta vez, mas agora ele entende, ele diz. "Eles estão aqui para nos salvar." Doggett sai e Scully o segue. Ela o acusa de não acreditar na evidência que está diante de seus olhos. Ele diz que não está pronto para aceitar um monte de besteira mas Scully diz que ele é um cabeça-dura. Ele pergunta a Scully se ela acredita nesta história de alienígenas vindo para salvar o mundo, mas ela não responde. Mais tarde, Scully e Skinner conversam. Ele veio após saber sobre Billy. Scully diz que não há nenhum dado médico em Billy que não esteja 100% normal. Isto não faz sentido, mas é como se Billy literalmente tivesse se tornado uma nova pessoa. Skinner pergunta se isto poderia ser possível por causa de uma influência alienígena, como um vírus. Scully quer que Skinner conte a ela o que ele sabe. Ele diz que pode haver uma vacina, mas que não virá sem um preço. Num centro de correção em Perkey, West Virginia, Doggett fala com Absalom. Doggett quer saber sobre as pessoas que ele encontrava abandonadas para morrer. Absalom cita uma escritura bíblica mas Doggett insiste em saber como ele curou as pessoas.

 

Skinner vai até o quarto de Mulder e encontra Krycek lá. Krycek diz que para pegar a vacina, Skinner vai ter que dar a certeza de que o bebê de Scully não venha a nascer. Skinner fica chocado e recusa. Krycek diz que todos nós temos vidas em nossas mãos - a questão é qual será sacrificada. Doggett volta, vê Krycek, e encara-o como suspeito. Doggett fala com Scully, que diz a ele que acredita que Mulder esteja infectado por um vírus que o mantém vivo durante tempo suficiente para transformá-lo em um alienígena. Absalom também disse a Doggett que os abduzidos, se não eram curados, seriam ressuscitados como alienígenas como parte de uma trama para dominar o mundo. A batida dupla que Scully ouviu no coração de Billy talvez fosse evidência para isso. Scully está a caminho da área cirúrgica - o corpo de Mulder deve ser estabilizado para se poder administrar a vacina que ela pediu para Skinner pegar para ela. Doggett procura por Skinner, que está no quarto de Mulder desconectando os aparelhos, aparentemente tentando matar Mulder. Skinner não poderia matar o bebê de Scully para conseguir a vacina. Doggett quer saber onde Krycek está e encontra-o num carro no estacionamento. Krycek tenta atropelar Doggett, e Doggett tenta agarrá-lo pela janela do carro enquanto o carro corre pela garagem, mas Doggett finalmente é lançado longe. Krycek, entretanto, pára, volta e sai do carro, segurando um recipiente contendo a vacina. Quando Doggett tenta se aproximar, Krycek larga o recipiente, deixando se quebrar no chão, e dirige para longe antes que Doggett possa alcançá-lo.

 

Doggett corre de volta ao hospital. Ele não tem a vacina. Doggett diz a Skinner que ele estava certo - não se pode confiar em Krycek. Scully está na sala de operações com Mulder quando Doggett entra. Scully percebeu que, por terem mantido a vida de Mulder sendo monitorada por aparelhos, eles estavam deixando o vírus incubado. Quando Skinner desligou o equipamento, a temperatura de Mulder caiu mas seus sinais vitais não mudaram. Talvez eles pudessem dar a ele um tratamento de drogas antivirais para ajudá-lo. Doggett é chamado novamente ao escritório de Kersh. Vai ser horrível aquele escritório dos Arquivos X cheio de gente, diz Kersh, significando que a promoção não está mais disponível para Doggett.

 

No hospital, Mulder acorda. Vendo Scully segurar sua mão e chorando lágrimas de alegria, ele pergunta brincando: "Quem é você?". E então ele diz: "Alguém sentiu minha falta?". Doggett se dirige até o quarto, mas quando vê o que está acontecendo lá dentro, ele desiste de entrar.