8x16: "VIENEN"


Numa plataforma de petróleo em alto mar, os trabalhadores estão reunidos num salão. A TV desliga e o chefe da plataforma, Bo Taylor, bate na TV, fazendo-a funcionar de novo. Um dos trabalhadores, Simon do le Cruz, sai sozinho para ir a uma loja onde outro homem está consertando um rádio. Simon leva uma faca da cozinha. No salão, a TV desliga de novo e bater nela não a faz funcionar mais. Taylor sai para procurar o oficial de comunicação da plataforma. Ele encontra Simon batendo no rádio. O homem da Comunicação está morto. Simon está lá e claramente apavorado. O corpo de Taylor começa a brilhar e Simon grita.

 

No prédio do FBI, Doggett encontra a porta para a sala dos Arquivos X fechada. Ele a destranca e ao entrar encontra Mulder olhando dentro das gavetas, procurando por um arquivo de uma recente morte de um trabalhador de uma plataforma de óleo. Doggett entende que Mulder está interessado, mas o lembra que ele não está mais designado para os Arquivos X. O corpo de Simon boiou até a costa com sérias queimaduras. O oficial de comunicações da plataforma também foi dado como desaparecido. O médico disse que as queimaduras são consistentes com as feitas por radiação. Doggett está por dentro dos arquivos que dizem que o Óleo Negro é radioativo e que pode entrar facilmente nos corpos dos humanos, mas não está convencido sobre isso. O telefone toca - é Scully na sala de Kersh. Há um executivo de uma plataforma lá que diz que alguém no escritório dos Arquivos X entrou em contato com ele. Foi Mulder, trabalhando não-oficialmente.

 

O sr. Ortega está esperando na sala de Kersh, e Kersh está aborrecido com o fato de Mulder estar investigando o caso. Eles têm uma sensível situação - a companhia localizou o que parece ser uma nova e enorme reserva de óleo, que pode ser espalhado por todo o território do México. Para não tornar pública esta situação internacional, Kersh relutantemente concorda em investigar o caso. Ele manda Doggett, que chega na plataforma de helicóptero, a 150 milhas no meio do mar. Um novo especialista em comunicações também chega. Doggett descobre que Mulder já está lá. Taylor diz aos dois agentes que Simon enlouqueceu e tentou explodir a plataforma, fazendo uma válvula de gás explodir, e também matando o chefe de comunicações. Quando Mulder e Doggett não estão olhando, os espectadores podem ver que Taylor tem o Óleo Negro em seus olhos. Mais tarde, particularmente, Mulder e Doggett conversam. Mulder não deveria estar ali. Ambos concordam que Taylor está mentindo.

 

Scully faz uma autópsia no corpo de Simon. No seu cérebro, ela encontra evidência do vírus alienígena, mas está morta. O que a matou? Scully pede para que a plataforma seja evacuada, para que o vírus não se espalhe. O novo especialista de comunicações está consertando o rádio, que ainda não está funcionando, quando Taylor entra. Há um tipo de interferência de alta freqüência atingindo vários canais. Taylor derruba o homem e o Óleo Negro sai da boca e dos olhos de Taylor, infectando o especialista de comunicações. Mais tarde, Scully usa o rádio, agora funcionando, para enviar uma mensagem para a plataforma e fica surpresa ao saber que Mulder está lá. Ele sugere que Kersh não precisa saber de sua presença na plataforma. Ela confirma que o vírus esteve no corpo mas agora está morto. Será que foi a radiação que o matou? Parece improvável, já que o próprio Óleo Negro é radioativo. Todos na plataforma estão em perigo. Scully quer evacuar a plataforma o mais rápido possível e colocar as pessoas em quarentena. Mulder pede a Scully para encontrar o que matou o vírus. Doggett ouve parte da conversa e pede para Mulder explicar a ele o que está acontecendo. Depois, é anunciado aos trabalhadores que Doggett ordenou a quarentena da plataforma - ninguém pode sair de lá ou chegar na plataforma. Todos os trabalhadores resmungam.

 

Mulder analisou o manifesto dos trabalhadores. Há um outro membro desaparecido, Diego Garza. Ele é um auxiliar de convés e era amigo de Simon. Ninguém tem idéia de onde ele pode estar. Scully mostra o corpo de Simon a Ortega. Ele diz que não há evidência de nenhuma doença e se eles não puderem dar a ele nada disso, ele vai mandar toda a equipe para casa e chamar uma nova para a plataforma. Mulder está procurando por Diego mas Doggett acha que Mulder não está dando a ele respostas diretas. Mulder diz que não sabe o que os trabalhadores da plataforma estão escondendo. Mulder já viu como essa substância pode tomar conta do corpo de um homem. Ela pula de um corpo para outro e não é de todo óleo. Mulder acha que o novo complexo de óleo já está sendo bombeado e que o óleo está cheio do vírus, pronto para infectar o planeta. Talvez Diego está escondido porque ele sabe o que está acontecendo. Enquanto eles conversam, um alarme dispara. É a sala de rádio, que está pegando fogo.

 

Mulder pega um extintor de incêndio e, enquanto Doggett corre para pegar outro, Diego o derruba, deixando-o inconsciente.

 

Kersh e Skinner visitam Scully no necrotério. O corpo deveria estar indo de volta para o México. Kersh recebeu uma ligação de Martin Ortega falando sobre o fechamento da plataforma. Kersh quer ordenar a suspensão da quarentena. Scully diz que as comunicações estão desativadas, então não há como mandar suspender a quarentena. Kersh ameaça Scully e Skinner dizendo que eles já erraram demais. Enquanto o sol se põe, na plataforma, Mulder conclui que o incêndio que danificou o equipamento de rádio foi culposo. Doggett acorda e encontra Diego apontando uma faca para ele. Diego o espeta para ver se o sangue de Doggett é vermelho. Doggett não sabe falar espanhol muito bem e a conversa entre eles é alternada, em inglês e espanhol. Diego provocou o incêndio para evitar que outros pudessem usar o rádio. "Eles" devem ser parados antes que seja tarde. "Eles" estão chegando. Eles quem? Os discos voadores estão chegando. Scully encontra um grande número de células T no sangue de Simon, células usadas para combater o vírus. Simon deve ter uma imunidade genética ao vírus porque ele descende um antigo grupo de índios que viviam no México. Scully acha que os trabalhadores da plataforma o assassinaram porque ele era uma ameaça. Isso pode colocar Mulder e Doggett em perigo se eles descobrirem.

 

Doggett e Diego continuam conversando. Doggett diz que se Diego ficar lá, os outros trabalhadores irão encontrá-lo. Doggett promete ajudar Diego a voltar para casa. Mais tarde, Doggett sai do lugar onde Diego o estava segurando, aparentemente tendo entrado em acordo com Diego. Taylor intercepta Doggett, derrubando-o e começando a derramar óleo, mas Mulder chega e ataca Taylor, deixando-o inconsciente, e salvando Doggett. Eles vão para a sala de rádio e fecham a porta. Doggett vai tentar consertar o rádio enquanto Mulder põe obstáculos na frente da porta. Do lado de fora, os trabalhadores se juntam para começar a tentar derrubar a porta.

 

Mulder empilha móveis contra a porta e Doggett consegue consertar o rádio. Scully entra em contato com ele pelo aparelho. Scully acha que sabe o porquê de Simon ter sido assassinado. Os helicópteros estão a caminho da plataforma para poder evacuá-la, mas Mulder fala para os helicópteros não pousarem. Doggett diz a Scully que apenas eles três na plataforma não estão infectados. De repente Mulder quebra o rádio e, quando ele faz isso, as batidas na porta páram. Ele tinha que evitar que os trabalhadores da plataforma usassem o rádio, porque aparentemente eles o usariam para mandar algum sinal para os discos voadores. Os trabalhadores não estão mais do outro lado da porta da sala de rádio. Mulder e Doggett cuidadosamente saem da sala para saber o porquê, e Doggett chama Diego para ir junto com eles. Eles encontram Diego morto, com o corpo queimado. Eles ouvem os helicópteros chegando e continuam seguindo caminho até o convés da plataforma. Mulder acha que os trabalhadores irão explodir a plataforma. Chamas aparecem de repente enquanto os dois agentes lutam para passar pelos equipamentos. Numa área, Taylor e seus homens estão bloqueando o caminho. Explosões balançam a plataforma. Finalmente, eles conseguem pular na água enquanto a plataforma explode, e logo são resgatados por um helicóptero.

 

De volta ao FBI, Doggett novamente encontra Mulder no escritório. Doggett foi chamado à sala de Kersh. A companhia de óleo perdeu o direito de perfurar aquela área submarina do complexo. Mulder quer que o óleo fique onde está. Mulder diz a Doggett que a culpa será apropriadamente colocada - em Mulder. Ele está fora do FBI. Mulder está saindo por Doggett, pelos Arquivos X. Doggett viu o óleo com seus próprios olhos. Doggett está encarregado dos Arquivos X agora. Mulder sai pela porta enquanto o episódio termina.