8x17: "EMPEDOCLES" (EMPÉDOCLES)


Em Nova Orleans, um executivo e seu assistente têm que despedir um funcionário - você fez um bom trabalho aqui mas a economia é o resultado. Quando o funcionário, Jeb Duke, sai do prédio, ele testemunha uma perseguição policial e o carro que estava sendo perseguido colide com outro, e explode. Enquanto Jeb assiste a cena, ele parece ver que o motorista do carro que explodiu, sai do veículo e caminha perto dele. Os olhos de Jeb brilham por um momento, e então ele sai correndo. Mais tarde, ele volta para o escritório e atira em seu antigo chefe e seu assistente.

 

Monica Reyes chega na cena do crime. O oficial encarregado tem razões para acreditar que os assassinatos sejam rituais satanísticos. Jeb tinha trabalhos manuais em sua mesa que pareciam ser satânicos, mas Reyes os reconhece como trabalhos usados por um conhecido artista. Reyes não acha que haja um ângulo satânico, até que ela vê o braço de um dos corpos sob um lençol e tem uma visão daquilo transformando-se em cinzas. Mulder vai falar com Scully no apartamento dela. Ela está esperando pelo entregador de pizza e Mulder brinca com ela, dizendo que Scully está tendo um caso com o entregador de pizza. Ele esconde um presente embrulhado. Scully encontra o embrulho - ele diz que é uma velha lembrança de família que ele tinha. O entregador de pizza chega na porta, mas quando Scully começa a abrir o pacote, ela tem fortes dores abdominais. Mulder chega no hospital na ambulância com Scully. Doggett logo aparece, pois recebeu as notícias sobre Scully. Enquanto eles esperam, Reyes liga para Mulder pedindo ajuda no caso dela. Ele se refere a ela como a unidade dos Arquivos X, mas ela diz que não pode chamar Doggett porque o caso envolve ele. Mulder diz para ela ligar quando ela chegar em Washington. Scully, por outro lado, não está em imediato perigo e os médicos farão alguns testes.

 

Jeb está num motel. Ele pega sua arma e aponta para a própria cabeça, mas a arma esquenta e fica vermelha de calor, queimando sua mão, e ele não pode se matar. Ele arranha seu rosto e parece que ele está ardendo em chamas por dentro. No prédio do FBI, Reyes está revendo arquivos encaixotados numa sala quando Mulder entra. Ela o lembra que ela estava lá quando ele foi encontrado na floresta. O caso dela envolve a morte do filho de Doggett, Luke, que aconteceu quando Doggett trabalhava no Departamento de Polícia de Nova York. Reyes era a principal investigadora para o FBI e trabalhou junto com Doggett no caso. O assassino nunca foi encontrado. Ela não quer que ele passe por tudo aquilo de novo, a menos que ela possa saber se o que ela viu significa alguma coisa. Quando eles encontraram Luke, Reyes teve uma visão, como se por um momento o corpo do menino tivesse se transformado em cinzas. Doggett viu também, apesar de depois ter tentado se convencer de que não viu. Agora ela viu a mesma coisa novamente em um caso aparentemente não relacionado. Tem que haver uma razão. Doggett ainda está no hospital, ao lado de Scully, que está dormindo. Ele se lembra de quando descobriram que seu filho estava num campo na floresta. Uma enfermeira interrompe suas lembranças, pedindo para ele sair do quarto.

 

Mulder está no porão do escritório do FBI quando Doggett o empurra violentamente por estar procurando por arquivos relacionados à vida pessoal de Doggett, isto é, a morte de seu filho, mas Reyes aparece no corredor e intervém, e fala a Doggett sobre sua visão. Bob Harvey era o nome do suspeito da morte de Luke, mas não foi preso. Harvey morreu no acidente de carro que Jeb testemunhou. Doggett está certo de que não há nenhuma conexão e quer que os agentes deixem o caso. Reyes ainda tem certeza de que existe alguma ligação. Ela liga para a irmã de Jeb, Katha Duke, que vive com sua pequena filha. Jeb viveu naquela casa com elas até o dia em que ele foi morar no sul. Ela não reconhece o nome de Bob Harvey. Enquanto Reyes está lá, Jeb liga, dizendo que outra pessoa é quem é o assassino. Jeb está ligando de uma cabine telefônica numa área rural e uma mulher dizendo que tem um pneu furado o interrompe. Doggett visita Scully em seu quarto de hospital novamente. Ela ainda está sentindo o efeito dos sedativos. Ele pergunta a ela sobre Mulder e sobre como ela começou a acreditar no paranormal. O que mudou a mente dela foi perceber que ela tinha medo de acreditar. Doggett tem outro flashback de quando encontraram seu filho e corta rapidamente a conversa com Scully. Reyes encontra Mulder no escritório dos Arquivos X, apesar de não ser mais o escritório dele - é só o costume, ele diz. Ele tem vários arquivos similares à visão que Reyes teve, mas nos casos as visões pareciam ser aleatórias e sem muita relevância para os casos. Mulder acha que a morte de Harvey foi coincidência, mas Monica discorda. Monica acusa Mulder de não ter a mente aberta.

 

Jeb caminha pela zona rural e chega até a minivan que tem o pneu furado. Na janela ele vê o reflexo de si mesmo com chamas por trás dele. Ele entra no carro, agora com o pneu substituído, e vai embora. Mais tarde, a polícia está na cena do crime quando Doggett aparece. Mulder tinha ido para lá e chamou Doggett. O corpo da mulher foi encontrado perto da estrada e Reyes acha que Jeb é o assassino. Quando Doggett olha para o corpo, ele diz que não tem uma visão daquilo se transformando em cinzas. Reyes sugere que ele possa ter medo de ver. Ela não pode fechar os olhos para as conexões. Aquilo poderia ser uma ameaça maligna, conectando-se com Doggett através do tempo, homens e oportunidades. Doggett não consegue mesmo ver nada. Depois, Mulder liga para Scully. Ela teve um problema com sua placenta e precisa ser monitorada, mas vai ficar bem. Ela pergunta a Mulder onde ele está e ele fala tudo a ela. Ela diz a Mulder que vale a pena se esforçar para ajudar Doggett. A irmã de Jeb chega em casa e encontra Jeb lá. Ele jura que não fez o que estão dizendo. Katha vê sangue no rosto dele e ele diz que não sabe como aquilo foi parar ali. Ele repete que não é o assassino e que precisa de ajuda.

 

Doggett está trabalhando no caso quando Reyes entra no escritório. Ela diz que ele está trabalhando de forma errada no caso mas ele insiste que um trabalho de polícia apropriado vai fazê-los encontrarem Jeb. Ela quer que ele seja honesto sobre o que ele viu e o que ele está sentindo. Ela pergunta a ele sobre o que ele tem medo. Ele responde que tem que acreditar que fez tudo o que podia para encontrar seu filho e salvá-lo. Ele tem medo de ter decepcionado seu filho, e se estas atuais possibilidades forem reais, então representam mais alguma coisa que ele poderia ter feito para salvar Luke. O telefone toca - é a irmã de Jeb. Doggett e Reyes saem apressados. Jeb está lendo para sua pequena sobrinha. Katha quer que ele converse com Reyes, mas Jeb reage violentamente, agarrando sua sobrinha. Jeb e Doggett logo estão se confrontando, e Jeb está apontando sua arma para Doggett. Reyes atira em Jeb para salvar Doggett e a menina. Na emergência, Doggett e Reyes chegam com a ambulância. Reyes acha que talvez salvar a menina foi a razão para tudo aquilo ter acontecido. Ela manda Doggett para casa, mas ao invés disso ele vai até o quarto de Scully no mesmo hospital e tem outro flashback. Ele vê Luke morto no chão e vê as cinzas. Mulder entra e quer conversar com Doggett. Quando Mulder começou a trabalhar na unidade de crimes violentos, ele viu o pior da humanidade e começou a ver o mal como uma doença. A maioria das pessoas pode reprimir uma vontade momentânea de matar, mas algumas pessoas têm experiências de tragédia ou perda que aumentam aquela vontade. Doggett pergunta se isso significa que Jeb era efetivamente o mal. Mulder diz a ele que nunca saberão com certeza.

 

Katha está com Jeb na UTI quando ele começa a ter convulsões. Seu coração pára e os médicos não podem salvá-lo mas algo passa de Jeb para Katha, e os olhos dela brilham por um momento. Reyes entra e Katha a ataca. Doggett entra e consegue dominar a mulher, derrubando-a inconsciente no chão. Ele diz a Reyes que "tudo terminou agora" e ela diz que "aquilo nunca termina". Scully está em casa novamente e Mulder a está visitando. Ele trouxe pizza. Ela finalmente consegue abrir o presente e vê que é uma boneca de criança, que Scully acaricia. O outro presente que ele tem para ela é coragem, um presente que ela vai tentar passar adiante. No hospital, Doggett está tomando conta de Katha, que ainda parece estar inconsciente.