8x19: "ALONE" (SOZINHO)


Numa noite chuvosa em Ellicott, NY, Gary Sacks dirige até uma casa e entra. Um homem velho, seu pai, chamado Arlen, está numa cadeira de rodas dentro de casa. Eles discutem sobre se Arlen deveria ou não estar num hospital, e sobre como as fechaduras precisam ser verificadas todas as noites. Gary diz que seu pai não deve nada a "Stytes". Quando Gary sai da sala vemos que uma janela está aberta. O monitor cardíaco de Arlen começa a bater mais rápido. Gary, na cozinha, ouve o apito que o aparelho de seu pai está fazendo. A cadeira de rodas de Arlen está virada e Arlen desapareceu. Um tipo de criatura em forma de réptil do tamanho de um homem pula em Gary.

 

Scully está no escritório dos Arquivos X, limpando a mesa de Mulder, e olhando para informações de casos anteriores. Doggett entra. Ela não vai ficar - seu médico disse para ela tirar logo sua licença-maternidade. Ela dá a Doggett sua medalha comemorativa da Apollo 11. Mulder deu a ela uma vez, simbolizando o trabalho em equipe e sua parceria. Ela agradece a Doggett, dizendo que ela não estaria ali se não fosse por ele. Eles se abraçam. Doggett quer ter certeza que essa licença-maternidade é apenas uma licença, e que Scully vai voltar. Ela apenas sorri para ele. Uma outra agente entra, uma jovem chamada Leyla Harrison. Ela mostra um caso de assassinato no Estado de Nova York para ser investigado. Ela foi designada para trabalhar com Doggett nos Arquivos X. Em Ellicott, eles vêem o corpo de Arlen sendo removido. Ele foi encontrado na floresta perto da casa. O filho de Arlen, Gary, desapareceu e é um suspeito. Na beira da janela e no chão da casa, Doggett encontra traços de um tipo de gosma. Harrison é jovem e entusiasmada, mas claramente inexperiente. É a sua primeira vez trabalhando fora em um caso. Kersh deu o trabalho a ela. Doggett diz que ela está sendo usada, mas Harrison diz que implorou para ser chamada. Ela trabalhava na contabilidade do FBI e processou os vouchers de viagem de Mulder e Scully. Ela está excitada em ser parte do caso. Ela sabe sobre mutantes comedores de fígado e alienígenas que rasgam peles. Mais gosma é encontrada no local onde o corpo de Sack foi encontrado.

 

Mulder vai até o apartamente de Scully para levá-la ao hospital. Ela está se sentindo estranha em relação a tudo, especialmente em parar de trabalhar. Ela se sente como uma desertora. Mulder sente que ela está preocupada com Doggett. Ele "tomou conta dela", mas Mulder diz que Doggett pode tomar conta dele próprio. Doggett está procurando pela floresta e se aproxima de uma grande mansão. Parece estar deserta, com panos cobrindo abajures e móveis. Perto de um computador Doggett encontra um livro de Robert Leakey, chamado "The Sixth Extinction" (A Sexta Extinção). Algo se move pelo corredor e Doggett pega sua arma, mas era Harrison. Ele sussurra para ela e diz para ela pegar a arma. Ele manda ela ficar do lado de fora da casa, na porta da frente - o que quer que esteja na casa, ele vai tentar mandar para fora. Ela vai para fora e descobre a criatura réptil na parede sobre ela. Doggett ouve tiros e corre para fora. Harrison sumiu. Caminhando pelos arredores da mansão, ele pisa em uma porta de uma armadilha no chão e cai por ela.

 

Agora outros agentes estão procurando pela floresta, liderados por Skinner. Scully liga e pergunta se é verdade que Doggett sumiu mesmo. Ela quer ir até lá para ajudar, mas Skinner diz para ela ficar onde está. Doggett acorda em uma passagem subterrânea. Ele pega sua arma e liga uma lanterna. Seu telefone celular está fora da área de serviço. Mulder e Scully estão no necrotério. Arlen Sacks morreu de uma parada cardíaca depois de ser cegado por um tipo de substância. Mulder diz que é veneno, baseado na amostra que Doggett e Harrison mandaram para lá. Doggett derruba um portão metálico na passagem. Ele encontra uma adega de vinhos, e então ouve um barulho. O réptil pula em cima dele. Mas ele atira com sua arma e afasta a criatura. Harrison vem até a sala. Ambos tiveram seus olhos borrifados e suas visões estão embaçadas. Ela também encontrou Gary, que está em coma profundo perto dali. Doggett acha que alguém colocou aquela porta de armadilha para poder passar alimentos ao animal. Bandidos provavelmente abriram aquela passagem durante a Depressão. Mulder vai até o local de busca e fala com Skinner. A polícia encontrou o carro de Doggett estacionado em uma loja de conveniências um pouco distante dali e a busca está sendo mudada... Mulder decide fazer sua própria procura pela floresta. Doggett está tentando escalar a parede até a porta por onde ele caiu, mesmo com sua visão embaçada. Mulder se aproxima da mansão de Herman Stytes, que diz que é dono da propriedade. Mulder pergunta se Herman viu algum animal perigoso. Mulder diz que se chama Alvin Kersh. Herman diz ser um biólogo. Mulder acha que o réptil é um homem, usando algum tipo de veneno réptil. Mulder vai embora. Doggett consegue chegar ao topo da passagem, saindo pela porta da armadilha, mas Stytes pisa nas mãos dele, fazendo-o cair de volta.

 

Doggett acha que o homem é um tipo de cientista. Doggett diz a Harrison para ficar com Gary enquanto ele procura por uma saída. Harrison, entretanto, descobre que Gary sumiu. Será que a criatura o levou? Mulder está vigiando a mansão quando Scully liga para ele. Ela diz que Stytes ligou e reclamou de Mulder, que estava fingindo ser Kersh. Scully acha que é um tipo de ataque de um réptil. Mulder encontrou a medalha da Apollo 11 na grama da mansão de Stytes, então ele sabe que Doggett está por ali. Doggett e Harrison estão caminhando pelos túneis. Ela está completamente cega. Doggett consegue ver o réptil e atira enquanto a criatura corre pelas paredes. Gary está na mesma sala com eles, e seu corpo bastante dissolvido pela bactéria da gosma. Scully diz a Mulder que Stytes é um criptobiólogo que publicou uma monografia no ano anterior dizendo estar quase criando uma nova espécie de réptil. Mulder vê algo se movendo pelo chão e persegue a coisa. Ela escala a parede da mansão e desaparece. Mulder bate na porta da mansão, que está trancada. O réptil está lá dentro, e se transforma em Stytes. Stytes abre a porta. Mulder quer saber onde a coisa está. Mulder e Stytes encontram Doggett e Harrison nos túneis. Doggett diz que Stytes está protegendo o réptil mas Harrison diz que Stytes É o réptil. Stytes os tranca lá dentro, e então se transforma no réptil para poder atacá-los. Doggett não pode ver mas Mulder o direciona para usar sua arma para matar o réptil. Quando ele é atingido, vemos que o réptil se transforma de novo em Stytes.

 

No Washington DC Memorial Hospital, Doggett está recuperado, por ter recebido tratamentos anti-veneno. Harrison ainda está se recuperando, mas decidiu que não vai voltar aos Arquivos X. Mulder quer devolver a medalha da Apollo 11 a Doggett, mas Doggett quer dá-la a Harrison. Mulder e Scully visitam Harrison, que faz uma típica pergunta de fã: quando Mulder foi para a Antártida salvar Scully da espaçonave alienígena, e acabou o combustível de seu veículo para a neve, como eles voltaram para casa? Mulder e Scully não respondem, mas começam a discutir sobre se havia ou não havia uma espaçonave, brincando um com o outro... Doggett vê a cena do outro lado da porta do quarto, e vai embora, sozinho.