9x02: "NOTHING IMPORTANT HAPPENED TODAY II" (NADA IMPORTANTE ACONTECEU HOJE - PARTE 2)


Um capitão em um navio da época da 2ª Guerra Mundial passa por vários pontos de segurança. Ele se aproxima de uma porta que esconde um laboratório, onde células estão sendo manipuladas. O dr. Nordlinger abre a porta para receber o relatório do capitão, mas ele fica de uma certa forma desconcertado pelo pedido no papel. O capitão volta para a ponte e ordena ao marinheiro Bamford que leve o navio para a terra.

 

No Departamento de Água de Maryland, Follmer não vê Doggett sendo puxado para dentro do tanque de água por Shannon McMahon, que está nua. Quando Follmer está fora de vista, McMahon põe sua boca sobre a de Doggett para soprar ar para seus pulmões. Na manhã seguinte, Reyes e Skinner são chamados ao escritório de Follmer. Eles vão tomar frente no arquivo X que estão investigando. Follmer avisa Reyes para se distanciar de Doggett para salvar sua carreira, mas ela acusa Follmer de ter seus motivos particulares contra seu parceiro. Enquanto isso, Doggett acorda em sua cama, vivo. McMahon está em seu apartamento. Ela diz a ele que ela e Knowle Rohrer foram transformados em "super-soldados", que não podem ser mortos. Embora fossem os experimentos originais, o programa tem se expandido para produzir muitos mais da sua espécie. Ela, porém, odeia o que se tornou, e pede a Doggett que a ajude a expor os homens que estão alterando o suprimento de água.

 

Skinner pergunta a Scully por que ela está se envolvendo na investigação de Doggett, quando foi ela mesma que pediu para Skinner deixá-la de fora. Ela admite que algo inexplicável aconteceu com seu bebê. Ela tem medo de dizer a Mulder, pois ele irá querer voltar, o que o colocará em perigo. Doggett e Reyes dizem a Scully para ir ao apartamento de Doggett. McMahon explica a ela que o elemento químico chamado "chloramine" foi adicionado ao suprimento público de água. Embora a substância seja, na maioria das vezes, inofensiva, a estrutura molecular desse "chloramine" foi alterada para promover a mutação de algumas crianças. Essa mutação vai criar uma nova geração de super-soldados. Scully fica hesitante em aceitar o depoimento da mulher, mas ela vê então um local familiar no topo da espinha de McMahon. Um exame médico, porém, mostra que McMahon é, apesar de tudo, um ser humano normal.

 

Depois de esperar no porto de Baltimore sem obter uma palavra de seus superiores, o capitão do início do episódio tenta, sem sucesso, contactar Carl Wormus na Agência de Proteção ao Meio Ambiente. Ele descobre então que o oficial Bamford foi redesignado - por causa da suposta morte de Knowle Rohrer. O corpo de Bamford é achado flutuando perto do local. Enquanto isso, Follmer suspende Doggett do FBI, e Doggett acusa tanto Follmer como o diretor Kersh de estarem contra os Arquivos X. Os Pistoleiros Solitários mostram a Reyes que eles invadiram o sistema telefônico do EPA e acharam ligações para Carl Wormus. As ligações foram feitas após o homem ter se afogado. Enquanto eles ligam o laptop, chega outra ligação, e Frohike atende como Wormus. É o capitão, instruindo Wormus para notificar o FBI sobre o laboratório a bordo do navio. Enquanto o capitão pede a ajuda de Wormus para expor os atos selvagens, Rohrer usa sua audição extrasensorial para escutar a conversa de longe.

 

Depois de descobrir que McMahon trabalha para o Departamento de Justiça, Reyes pede a Follmer para obter os arquivos dela. Ela diz então para Doggett e Scully que McMahon não é confiável. Os dois homens que ela matou estavam na verdade tentando expor o programa de contaminação da água. McMahon está usando Doggett para chegar ao terceiro informante - o capitão. Os três agentes se deslocam para as docas de Baltimore para encontrar com o capitão, mas, em vez disso, encontram com Knowle Rohrer. Scully e Reyes fogem enquanto Doggett tenta se defender contra o super-soldado. Rohrer está quase conseguindo matar Doggett, quando McMahon aparece e corta a cabeça de Rohrer. De repente, as mãos ensangüentadas de Rohrer se agarram ao seu tronco, e ela e o corpo sem cabeça de Rohrer caem do pier na água. Doggett entra no navio com Scully e Reyes e procuram pelo capitão. Eles vêem a cabeça decapitada do capitão no chão, mas o navio está vazio. Doggett tropeça em uma bomba já detonada, e ele rapidamente se junta a Scully e Reyes no laboratório do navio. Scully está relutante em ir embora quando ela vê que quem quer que estivesse no barco estava manipulando óvulos para transplante. Doggett tira Scully à força, antes que o navio exploda.

 

Dois dias depois, Kersh lê o relatório de Doggett sobre o caso. Embora ele fale sobre super-soldados, navios e uma conspiração dentro do governo, ele não menciona Kersh na investigação. Doggett admite que não conseguiu achar nada de errado por parte do diretor, mas ele sabe que as mãos dele estão sujas. Kersh diz a Doggett que ele avisou a Mulder para ir embora para proteger sua vida. Sabendo que Mulder não desapareceria somente sob a recomendação de Kersh, Doggett percebe que foi Scully quem o forçou a ir.

 

Embaixo da água escura, o corpo de Shannon McMahon vai até o fundo do oceano. Embora ela aparente estar sem vida, seus olhos se abrem.

 

Scully acorda com o choro de William, e ela o faz dormir novamente. Quando ela desliga a luz para voltar para cama, o móbile em seu berço começa a se mover lentamente.