9x11: "PROVIDENCE"


O episódio começa com a narração de Josepho, o líder do culto OVNI - Deus veio até ele em uma visão em 26 de Fevereiro de 1991, durante a Guerra do Golfo. Seu esquadrão de reconhecimento foi emboscado e tiveram que tomar medidas extremas. Eles estavam prestes a morrer quando ele teve uma visão, quatro soldados, que ele chama de anjos. Os quatro são vistos correndo e combatendo o inimigo. Quando o fogo inimigo os atinge, eles não estão feridos. Após derrotarem o inimigo, eles vão embora. Josepho cita a Bíblia, "E vejam, uma ventania veio do norte e uma luz brilhante sobre e fora o centro veio semelhante a quatro criaturas vivas e eles eram semelhantes ao homem..." Josepho sabe que foi poupado para poder mostrar a mensagem de Deus. Josepho termina a narração, em pé no totalmente escavado OVNI no Canadá.

 

Brad Follmer está conduzindo um reconhecimento para agentes do FBI que foram mobilizados para encontrar o filho da agente do FBI Scully. William foi raptado por uma mulher. Os Pistoleiros Solitários estão examinado fotos para tentar identificá-la. O agente Doggett está em coma, tendo sido ferido ao tentar impedir a mesma mulher. O agente Comer, que antes havia tentado matar William, continua em estado crítico e seus motivos são desconhecidos. Scully escuta parte do reconhecimento, então sai para o corredor para falar com Skinner. Ela não confia em Follmer e sai para encontrar o filho por si mesma. Reyes está ao lado de Doggett quando Skinner entra no quarto. Ela está segurando a mão de Doggett. Skinner diz que fez a mesma coisa por um homem ferido no Vietnã. Ele não sabe se o ferido sabe o que está sendo feito, mas ele vê isso como se fosse uma oração.

 

Scully telefona para Reyes e pede que ela vá ao seu apartamento. Quando Reyes chega, os Pistoleiros estão lá. Eles identificaram a mulher que pegou William, mas não disseram ao FBI. Ela é uma procurada e membro do culto OVNI. Byers colocou um telefone celular no assento de carro de William antes dele ter sido levado, e os Pistoleiros localizaram o sinal em Warfordsburg, Pennsylvania. Trabalhadores estão tentando abrir a escotilha do OVNI quando a mulher liga. O garoto está a salvo. Josepho diz que vai mandar alguém para pegá-los. Enquanto eles conversam, a borda de fora da escotilha começa a rodar e o topo da escotilha fecha de repente com dois homens presos do lado de dentro. Scully e Reyes correm para o veículo no qual a mulher e William estavam viajando. Está estacionado em uma parada de caminhão onde a mulher fez a ligação telefônica. O veículo está vazio.

 

Reyes volta ao hospital para ver Doggett. Ele está fazendo uma TC, então ela vai até a capela do hospital para rezar. Follmer entra e se surpreende ao vê-la fazendo algo tão tradicional. Ele diz que o FBI esteve na parada de caminhão muito antes dela e Scully terem chegado lá e podem ter salvo o garoto. Ele diz que Comer tem algo para dizer. Eles chegam ao quarto de hospital de Comer e ele continua em estado crítico. Ele têm, porém, a palavra "jaqueta" escrita em um pedaço de papel. Reyes vai até Scully e fala sobre a nota, dizendo que estava dando a informação em troca de uma promessa que ela dirá a Follmer se ela descobrir o significado da nota. Scully fica relutante para dizer, mas admite que achou o artefato que Reyes viu mais cedo, na jaqueta de Comer. Elas vão até o hospital e Scully segura o artefato sobre o corpo de Comer. Imediatamente ele balança e acorda. Scully diz a Reyes para desligar os monitores médicos para não alertarem a equipe do hospital. Scully tira o respirador da garganta de Comer. Ele diz que William precisa morrer, mas não é o que ela pensa. Josepho e seus seguidores acreditam que alienígenas dominarão a Terra. Ele levou seus seguidores milhares de quilômetros ao norte para descobrir o OVNI. Josepho acredita que é um templo que guarda a manifestação física de Deus. Comer ainda diz que Josepho acha que William seguirá os passos de seu pai e se opor aos alienígenas. É por isso que William ou Mulder precisam morrer. Comer acha que Mulder está morto e que William também precisa morrer, ou toda a humanidade perecerá. Uma enfermeira entra e Comer agarra o artefato. Outro homem entra e ordena que Scully e Reyes vão para o corredor.

 

Josepho não é capaz de abrir a nave para salvar seu pessoal. A mulher chega com William e logo que William fica perto da nave, ela abre sozinha. Os homens dentro da escotilha estão mortos, como se tivessem sido queimados. Scully e Reyes estão na capela do hospital. Scully está em lágrimas. O que elas dirão ao FBI sobre como Comer foi curado? Eles não irão acreditar. Scully está aterrorizada com a explicação de Comer mas Reyes diz que William não é uma abominação. Nenhuma religião decreta a morte de uma criança. Reyes acha que William ainda está vivo e que o artefato também pode ser usado para salvar Doggett. Skinner as encontra e diz que Comer está morto. Elas vão até seu quarto e Reyes não consegue achar o artefato. A enfermeira sugere que após desligarem os monitores, Reyes e Scully mataram Comer. Reyes diz que somente o homem misterioso ficou a sós com Comer. Reyes acha que ele matou Comer e pegou o artefato. Scully foi embora e está no quarto de Doggett. Enquanto ela segura a mão de Doggett, ele acorda. Ele diz que eles virão até ela mas ela não pode confiar neles. Nesse momento Josepho telefona para Scully. Se ela quiser ver seu filho ela deve vir sozinha e seguir suas instruções.

 

Próximo a Calgary, Scully espera pelo jantar. Josepho entra e senta com ela. Ele repete a citação da Bíblia da narração inicial e pergunta se ela reconhece. Ela diz que é de "Ephesians" (embora seja realmente do primeiro capítulo de Ezequiel) Josepho diz que é sobre gigantes andando na terra e conta sobre os supersoldados que viu. Ele os chama de verdadeiros filhos de Deus e diz que William irá liderar essa raça alienígena. Josepho diz que levará Scully até William somente após Scully lhe der uma prova de que Mulder está morto. Se Mulder estiver vivo, ele é a única coisa que prevenirá William de seu verdadeiro destino. "Você que ver seu filho vivo, você me trará a cabeça de Fox Mulder", ele conclui enquanto vai embora. Reyes e os Pistoleiros estão se escondendo do lado de fora. Frohike colocou um rastreador na pickup de Josepho e Reyes e Scully o seguem, recebendo instruções pelo telefone dos Pistoleiros, que estão rastreando o sinal.

 

A mulher está segurando William próximo ao OVNI quando Josepho chega. Ela diz que William começou a chorar e coisas começaram a acontecer com o OVNI. O fundo da escotilha recua e abaixa na nave e luzes começam a sair do buraco. Josepho pula dentro do poço da escotilha enquanto toda a nave toma vida. Scully e Reyes saíram da estrada mas vêem a cobertura iluminada, e continuam. Scully e Reyes se aproximam e encontram a cobertura em chamas. Corpos queimados estão por todo lugar ao redor de onde o OVNI foi escavado. Elas escutam um choro de bebê distante e encontram William no chão, a salvo.

 

De volta a capela do hospital, Reyes se junta a Doggett. Ela veio para levá-lo para casa. Ela diz que rezou por ele. Ele sabe. Uma voz em sua cabeça estava lhe dizendo para alertar Scully sobre aquele homem. Doggett quer saber se a voz era Reyes. Ela diz que somente rezou por sua vida. Follmer para Kersh para falar sobre o relatório da morte de Comer. Skinner se recusou a assinar. Follmer assinou, mas está perturbado com o fato dos monitores, antes de terem sido desligados, acusaram que Comer estava em condições normais. Follmer quer seu nome removido do relatório. Kersh dispensa Follmer e entra em seu escritório onde o homem misterioso do hospital está sentado. Kersh o congratula, dizendo que tudo parece morto exceto o caso. O homem diz "Estou certo que posso cuidar disso". Vemos que o homem tem um galo na parte de trás de seu pescoço, indicando que é um supersoldado.