9x13: "AUDREY PAULEY"


Um veículo encosta em Falls Church, Virginia, de noite. Monica Reyes deixa John Doggett em casa. Cada um com seus planos para fim de semana normal. Doggett comenta que está pensando em comprar um gato e Reyes diz que acha que ele combina mais com cachorros. Ele diz que gatos não exigem muito então você não corre o risco de desapontá-lo. Ela diz que não consegue imaginá-lo desapontando ninguém. Ele sai do carro e ela vai embora. Alguns quarteirões depois seu veículo colide com outro carro. Reyes vai para o hospital e é levada para a sala de emergência. Ela acorda mas a luz é estranha e não há ninguém por perto. Ela anda até a entrada da frente do hospital e é como se o prédio estivesse flutuando em um vazio nublado.

 

Reyes encontra um homem no hospital. Seu nome é Steven Murdock e ele está lá por dores no peito. Ele a leva até um terceiro homem que ele achou com um severo trauma na cabeça. Estão todos mortos? Reyes está perturbada e deixa os outros dois. Scully chega ao hospital. Doggett está na sala de espera. O EEG de Reyes não indica atividade cerebral. Scully diz que Monica está com morte cerebral. Mesmo ela respirando e seu corpo estando bem, seu cérebro está morto, o que é a verdadeira morte, diz Scully. Doggett não aceita que nada possa ser feito. Reyes ainda está olhando para o hospital vazio. Os documentos nas plaquetas estão todos ininteligíveis. Steven a encontra e eles conversam mais. Reyes nota que não há sinais nas paredes. Não se parece com o céu. Steven se pergunta se isso é o inferno, ou talvez um purgatório. Reyes pretende descobrir. Ela pega uma caneca e derruba na porta da frente. Ela cai em um espaço e então fagulha como se tivesse queimado. O médico fala com Scully e Doggett. Reyes tinha um desejo em vida e assinou um cartão de doador de órgãos. Há uma mulher em Minnesota que pode ser salva pelo coração de Monica. Doggett acha que algo está errado pois Reyes não tem ferimentos na cabeça. Reyes vê mais alguém atrás de uma janela. É uma mulher, mais tarde identificada como Audrey Pauley. Audrey é tímida e foge de Reyes. Quando Reyes a segue, o corredor é sem saída e Audrey não está lá. Steven chama Reyes. O outro homem está brilhando e desaparece. No hospital de verdade, o médico desligou o suporte de vida do homem e ele morre. Audrey está lá, empurrando um carrinho de hospital carregando flores.

 

Scully examina a TC do crânio de Reyes. Ela diz a Doggett que há somente um mínimo inchaço no tecido cerebral. A equipe do hospital está fazendo planos para retirar os órgãos de Reyes para transplante. Doggett dá uma olhada no EEG. Reyes estava consciente quando deu entrada na sala de emergência. Sua atividade cerebral parou às 20:11. O médico dá a Doggett as notas feitas na sala de emergência descrevendo detalhes dos cuidados tomados. Audrey está ao lado de Reyes quando Doggett entra. Ela presta ajuda aos pacientes. Ela aparenta falta de confiança e rapidamente se desculpa, mas comenta com Doggett enquanto sai que Reyes não se foi, nem sua alma, e que ela sabe que Doggett a ama. Audrey vai ao seu quarto no porão do hospital. Lá dentro há uma maquete, um modelo detalhado do hospital.

 

Reyes e Steven estão vasculhando o hospital vazio quando vêem Audrey novamente. Ela diz a eles que trabalha no hospital. Reyes pede a Audrey que mostre uma maneira de sair dali mas ela diz que não pode. Ela diz que o amigo de Reyes, Doggett, a ama muito, mas todos acham que Reyes está morta. Reyes pede a Audrey que diga a Doggett que "ele prefere cachorros". Uma enfermeira da sala de emergência, Whitney, diz ao médico em particular que ele pode ter que rever as notas da sala de emergência. Ela diz que ele deu à Reyes uma injeção que não foi registrada nas notas. Diz que esse é o tipo de detalhe que advogados adoram encontrar. Enquanto ela sai, o médico injeta uma droga em Whitney e ela cai no chão. Doggett está lembrando da última conversa com Reyes sobre animais de estimação. Ele se imagina beijando ela. A equipe do hospital corre - Whitney foi achada morta. Doggett começa a suspeitar - a enfermeira trabalhou em Reyes mas logo que Doggett começou a fazer perguntas, ela morre. Doggett pede a Scully para fazer uma autópsia. Audrey se aproxima e dá a ele a mensagem de Reyes. Reyes e Steven olham aos cartazes médicos novamente. Seu hospital parece completo, mas na verdade há muito faltando, como se alguém que o construísse não pudesse tê-lo. Steven começa a engasgar e cai no chão em grande agonia. O médico convenceu a família de Steven a permitir desligar o suporte de vida. Ele diz que agora é somente uma questão de tempo.

 

Audrey leva Doggett ao seu quarto. Ela diz que as freiras permitem que ela fique lá mesmo que não possa fazer muito. Doggett pergunta sobre o modelo do hospital. Audrey gosta pois é tão calmo, mas ultimamente outras pessoas tem aparecido, que ela reconhece como pacientes do hospital. É tudo dentro de sua cabeça, não como pequenas pessoas dentro do modelo. Doggett diz a Scully que conseguiu nomes de dois outros pacientes que tem visto no hospital. Ambos foram declarados com morte cerebral pelo mesmo médico. Doggett acha que o médico é algum tipo de "Doutor Morte" que está envenenando os pacientes. Reyes está com Steven. Ele está engasgando e tentando se manter mas ele começa a brilhar e desaparece. Enquanto Scully e Doggett andam para o quarto de Steven, eles vêem o médico cobrindo Steven com um lençol. Doggett retorna ao quarto de Audrey. Ambos os homens estão mortos, ele diz a ela. Emocionado, ele pede que Audrey dê uma mensagem a Reyes, que não há muito tempo e que ela precisa dar algum tipo de sinal de que ainda está viva. O médico vê Doggett no quarto de Audrey.

 

Reyes está sentada no chão quando Audrey chega e entrega a mensagem de Doggett. Audrey diz que há algo errado dentro de sua cabeça e que não pode ajudar ninguém. Entregar flores é tudo que pode fazer e mesmo com isso ela precisa de ajuda pois não pode ler - as palavras ficam todas embaralhadas para ela. Reyes mostra a Audrey um cartaz médico e diz que esse lugar foi criado pela mente de Audrey - ela pode fazer as regras e ajudar Reyes a escapar. Enquanto elas conversam, porém, Audrey volta ao mundo real. O médico está lá. Ele diz que está sendo acusado de fazer coisas terríveis. Ele puxa uma seringa. Reyes vê as paredes tremerem. Audrey está de volta e diz a Reyes que precisa ir pois não há muito tempo. Ela leva Reyes até o espaço mas Reyes protesta que se ela cair no espaço irá queimar e morrer. Audrey assegura que ela não irá morrer mas precisa correr. Audrey agora sabe quem a mandou construir o hospital. Reyes se deixa cair no espaço.

 

No hospital de verdade, Doggett está olhando Reyes quando Scully entra. A equipe de transplante está pronta mas Doggett se recusa a permitir a operação. Scully ainda não viu nada que pudesse lhe convencer sobre Reyes... mas enquanto Doggett e Scully conversam, Reyes fala: "John". Ela murmura sobre Audrey. O médico está deixando o quarto de Audrey quando Doggett o pára e pressiona o médico contra a parede. Audrey está no chão do seu quarto, morta.

 

Três dias depois, Doggett deixa Reyes em casa vinda do hospital. Eles descem do carro e se encaram para dizer boa noite. É um momento em que Doggett poderia beijar Reyes, mas ele não o faz - fica vendo ela entrar em seu prédio e vai embora.