9x15: "JUMP THE SHARK"



Uma narração de Morris Fletcher diz como os Pistoleiros Solitários, três heróis muito diferentes, se ligaram com o agente do FBI Fox Mulder e começaram a publicar seu jornal - delatando as forças do mal. Do jeito deles, eles eram patriotas, também promovendo conhecimento para seus amigos do FBI. Por um breve momento pareceu que faria alguma diferença neste mundo frio e cruel. Eles conseguiram um estagiário que acreditava na causa e uma bela e poderosa amiga, que se tornou uma aliada. Mas o mundo não é bom com idealistas e esses que "lutam por uma boa causa" nem sempre vencem.


Vinte milhas ao oeste de Harbor Island nas Bahamas, um barco está flutuando. Morris Fletcher está lá com uma loura extremamente atraente de biquíni. Ela traz um drinque para ele e pergunta por que estão lá. Ele não quer conversar sobre isso, mas explica que estão no Triângulo das Bermudas e diz ter criado o Triângulo na sua vida passada, antes de entrar para o setor privado. Enquanto espalha uma loção nos ombros da loura, Morris se gaba por estar envolvido em assuntos de segurança nacional. Assim que começa a desamarrar o laço do biquíni da loura, três homens se aproximam em outro barco. Eles apontam uma arma para Morris, raptam a loura e derramam gasolina no barco de Morris. O líder dos homens diz ter uma mensagem do seu patrão para Morris - ele está despedido. Com isso, jogam um sinalizador no barco de Morris e vão embora. O barco de Morris explode. Flutuando na água vemos o que parece ser uma engenharia afundando - mas é para a espaçonave Júpiter II da série de TV "Perdidos no Espaço".


Na base da Guarda Costeira Americana na Flórida, Morris está esperando. Doggett e Reyes entram para falar com ele. Ele pediu para falar com eles pois pensou que eles gostariam do que ele teria a oferecer. Ele tenta se identificar dizendo que costumava trabalhar na Área 51 liderando os Homens de Preto, como os do filme. Ele quer fazer um acordo. Pessoas estão tentando matá-lo e ele precisa de proteção. Ele pode falar tudo sobre OVNIs e a cobertura dos anos 50. Morris diz que os documentos na água são um exemplo do que ele tem a oferecer, mas Monica reconhece o Júpiter II. Ele admite que ela está correta. Ele estava trabalhando como freelancer para um milionário e havia dito que a Força Aérea havia perdido um disco voador no Triângulo das Bermudas. Ele só queria umas férias. Doggett e Reyes estão prestes a sair quando Morris diz as palavras "super soldados". Doggett pára e pergunta o que Morris sabe sobre isso. Morris diz que talvez poderá ajudá-los a achar um deles - uma mulher.


Doggett e Reyes visitam os Pistoleiros Solitários ao seu escritório em Takoma Park, Maryland. Eles pedem pela ajuda dos Pistoleiros para achar o super soldado. Eles mostram aos Pistoleiros uma foto de Yves Adele Harlow. Eles não a vêem faz algum tempo. Ela desapareceu há um ano atrás e ninguém mais a viu desde então. Assim que os Pistoleiros começam a negar que Yves seja um super soldado, Morris entra na sala. Os Pistoleiros reagem bruscamente mas Reyes e Doggett os contém. Morris os usou para chegar até Yves há um ano atrás, e diz que sabe o que aconteceu com ela. Na Faculdade Hartwell em Kearny, New Jersey, Yves anda por um corredor carregando uma pequena mochila, como se fosse uma estudante. Ela entra na sala do professor Houghton. Ele começa a falar para ela retornar durante o horário de trabalho, mas ela puxa uma arma e atira nele. Outro professor, John Gilnitz, bate na porta do escritório de Houghton. Quando ninguém responde, ele abre a porta. A janela está aberta com as persianas. Ele vê Yves fugindo rua abaixo e encontra Houghton caído no chão. Existe um espaço com um buraco no peito de Houghton, como se algum órgão houvesse sido removido.


Os Pistoleiros estão vasculhando vários computadores enquanto Morris anda de um lado para o outro no escritório. Morris faz uma piada sobre o cabelo de Langly e sua blusa, que tem os dizeres "Joey Lives" (Joey Vive). Langly defende Joey Ramone como um músico da maior banda punk de todo o universo, que nunca desistiu e nunca se vendeu - um comentário sobre a ética de Morris. Morris se oferece para dar o verdadeiro nome de Yves - Lois Runtz. Alguém bate numa porta secreta do escritório dos Pistoleiros. É Jimmy Bond. Ele cai no chão desacordado. Ele acorda e diz que ficou sem dinheiro e teve que pedir carona desde New Jersey. Ele diz a eles que o verdadeiro nome de Yves é Lois Runtz e que ele a tem seguido por todo o mundo. Ele a localizou em uma pequena faculdade e na verdade a viu. Ele a chamou e ela correu. Mais tarde ele descobriu que ela havia assassinado alguém. Yves abre a porta de um forno revelando chamas dentro. Ela põe uma máscara no rosto e atira um objeto sangrento dentro de um saco plástico no fogo. Enquanto o objeto queima, ela retira o respirador e diz, "um a menos".


Doggett e Reyes chegam na faculdade. Eles falam com a testemunha e mostram uma foto de Yves. Ele não está certo. Houghton estava pesquisando o sistema imunológico dos tubarões que é muito mais resistente que o de outros animais. Houghton queria salvar o mundo. Os Pistoleiros chamaram Kimmy para ajudá-los na procura por Yves/Lois. Jimmy também descobriu que tipo de carro Yves está dirigindo, e câmeras viram o carro passando pelo Túnel Fort McHenry vinte minutos antes. Os Pistoleiros se retiram, deixando Jimmy de olho em Fletcher e Kimmy, e para lhes passar as informações por celular. O médico legista diz a Doggett e Reyes que Houghton foi envenenado. A cavidade em seu peito está brilhando com o que parece ser bioluminescência. Parece ter saído dele mesmo. Há indícios de cirurgias passadas. Um pedaço de tecido cartilaginoso vivo foi achado transplantado nele, mas a cartilagem tem uma cavidade como se algo houvesse sido removido.


Doggett e Reyes voltam com Morris, que nega saber qualquer coisa sobre "órgãos estranhos". Kimmy está tendo problemas pois o computador dos Pistoleiros é puro lixo. Ele revela que os pistoleiros estão quebrados, sem dinheiro, e não tem publicado seu jornal há meses. Eles têm vendido equipamentos para pagar o aluguel. Jimmy acusa Morris de estar os levando à falência pegando Yves. Eles gastaram seu último dinheiro tentando achá-la. Byers telefona para Reyes e diz para ela ir ao Hotel Farragut o mais rápido possível. Eles observam enquanto Yves entra no quarto de um homem. Ela está prestes a atirar no homem quando os Pistoleiros entram no quarto e a impedem. O homem derruba Yves e corre. Ela fica inconsciente.


Yves está cuidando de sua ferida na cabeça em um quarto com os Pistoleiros, inclusive Jimmy. Ela prefere ser chamada de Yves em vez de Lois. Ela não é um super soldado e nem ao menos está familiarizada com o termo. Ela sabe que a intenção dos rapazes era boa, mas eles simplesmente estragaram tudo. Doggett e Reyes entram. Ninguém viu o homem. Na sacola de Yves, Doggett encontra um respirador, luvas cirúrgicas e um bisturi. Yves admite ter matado o professor, mas diz que o tempo está passando e pessoas inocentes morrerão a menos que ela possa terminar seu trabalho. Ela pergunta quem foi que os ajudou a achá-la. De volta ao escritório dos Pistoleiros, Yves descobre que Morris está carregando um micro-rastreador. O barco e tudo mais foi uma armadilha, com intenção de pegar Doggett e Reyes, que iriam ajudar os Pistoleiros a achar Yves para Morris novamente. Yves sabe que Morris trabalha para um traficante internacional de armas que é também o pai de Yves. Ele é um assassino que apóia o terrorismo. Yves mata somente aqueles que também são terroristas. O professor estava pesquisando tubarões como uma arma em potencial para o sistema imunológico. Houghton usou seu conhecimento para criar um tipo de recipiente para mantê-lo a salvo de um vírus que foi fabricado dentro dele próprio. Yves destruiu o vírus. O recipiente dentro do segundo homem está se deteriorando e quando o vírus for libertado, o raio de alcance mortal será de cinco ou seis milhas, dependendo do vento. Eles têm cinco horas para encontrar o homem e destruir o vírus ou dezenas de milhares de pessoas morrerão.


Kimmy volta ao trabalho. Morris está chateado pelo fato dos Pistoleiros estarem sem dinheiro, mas salvar o mundo é o jogo de um homem jovem, ou mulher, ele diz olhando para Yves. Frohike pondera se eles deveriam desistir mas Byers diz que eles nunca desistem. Se é isso que as melhores pessoas dizem sobre eles, está ótimo. Kimmy acha o rastro do homem. Ele acabou de alugar um carro e eles o estão caçando numa estrada em New Jersey. Yves acha que sabe para onde ele está indo. O homem infectado entra em um prédio de faculdade mas pessoas em trajes protegidos o levam em custódia. Doggett telefona para Byers. Os médicos fizeram todos os exames possíveis e não acharam traços de nada fora do comum dentro do homem. Eles deveriam confiar em Yves? Eles devem ter pego o homem errado. Yves ainda está convencida de que há um segundo homem carregando o vírus mas eles só tem uma hora para achá-lo. Vemos o segundo professor pegar um crachá e entrar em uma área de segurança do prédio.


Os Pistoleiros e Yves tentam resolver seu problema. O homem do Hotel Farragut deve saber de algo. Ele foi direto para o laboratório. Morris sugere que esse seja um caso de "three card monte". Eles sabiam que Yves estava no seu encalço e que o homem do hotel era um chamariz. Ele sugere que o verdadeiro sujeito esteja se escondendo. Yves percebe que é provavelmente o segundo professor. O professor está participando de uma conferência de perigos biológicos. Os Pistoleiros, Jimmy e Yves correm para a sala da conferência, mas o segurança os bloqueia. Jimmy grita "John Gilnitz", e o professor sai por uma porta diferente. Jimmy bate no guarda e o grupo corre atrás do professor. Eles se separam para procurá-lo. Os Pistoleiros o alcançam e chamam Yves, mas ela está muito longe. O professor diz cruelmente que o vírus está prestes a ser libertado. Os Pistoleiros se olham. "O que quer que seja necessário", diz Byers. Frohike puxa o alarme de incêndio e portas de contenção ao fogo descem do teto. Os Pistoleiros e o professor ficam presos e o vírus não pode escapar. Yves e Jimmy observam através de uma janela em uma das portas de incêndio enquanto o professor cai e sai um líquido lilás pela sua boca e seu peito. Jimmy tenta abrir a porta mas os Pistoleiros dizem para ele não fazê-lo. Eles dizem para ele lutar pela causa e nunca desistir.


Os Pistoleiros são enterrados no Cemitério Nacional de Arlington. Doggett, Reyes e Skinner presenciam a cerimônia. Skinner conseguiu fazer com que eles fossem enterrados lá. "É o mínimo que posso fazer", diz ele, antes de ir embora com Doggett e Reyes. Scully fica próxima a Jimmy e Yves. Eles significaram tanto para Scully e ela não tem certeza se eles ao menos sabiam disso. Morris diz a eles que Langly lhe disse que aqueles que nunca desistem nunca morrem. Morris não sabe o que aquilo significa. Scully sabe - eles se foram mas continuarão vivos através de todos nós.